Ministério da Igreja

6 de fevereiro de 2009
 

O Eunuco Etíope foi Imerso?

Mais artigos de »
Escrito por: Brian Crossett
Tags:

Um Batista estava ansioso para falar comigo sobre o assunto do batismo por imersão. Totalmente convencido do caso irrefutável apresentado por ele, e me considerando um cristão genuíno, ele prosseguiu para esboçar o seu caso.

“Você lê sobre aspergir ou efundir no batismo do eunuco etíope e Filipe?”, ele perguntou.

Respondi: “Esse exemplo é a forma como você conduz o batismo em sua igreja?”. Ele explicou que deixando os detalhes irrelevantes de lado, tais como a localização e o fato que nenhuma testemunha estava presente, a resposta era sim.

Perguntei se não era incomum que seu pastor fosse batizado sempre que tivesse que batizar alguém. De certa forma embaraçado, ele declarou que seu pastor não era batizado todas as vezes de forma alguma; somente o cristão adulto era batizado. Respondi: “Mas não é batismo por imersão”. “Sim”, ele concordou, “mas o pastor não é imerso em cada batismo, somente aqueles a quem ele administra a cerimônia”.

Assim, perguntei: “Por que Filipe entrou na água com o eunuco, se não era necessário?”. Com certa hesitação, ele disse que Filipe não entrou na água, apenas o eunuco.

Citei Atos 8:38: “…e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou” (RC).

Note o erro da noção que descer às águas é interpretado como imersão, visto que assim envolve dupla imersão. O entendimento apropriado é que o batismo acontece não como parte do descer, mas imediatamente após eles descerem. Isso é indicado pelo conjuntivo “e”: “…e desceram ambos à água, tanto Filipe como o eunuco, e o batizou”.

 

Fonte: http://www.cprf.co.uk

Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto (março/2007)



Sobre o Autor

Brian Crossett
O autor é presbítero da Covenant Protestant Reformed Church (CPRC), na Irlanda do Norte.



 
 

 

Aos pais pedobatistas

O batismo infantil inflige o temor de Deus em mim. Ele realmente estabelece — de uma forma pública e visível — um relacionamento pactual. Um relacionamento de amor, envolvendo promessas e responsabilidades, bênçãos e m...
por Mark Jones
 

 
 

A religião mais restritiva no mundo

A religião cristã é ao mesmo tempo a mais abrangente e a mais restritiva no mundo. É uma fé que admite todo tipo possível de pessoa. Mas as admite em apenas um caminho. Há somente um Deus. Somente um. Se houvessem dois d...
por Tim Challies
 

 
 

Um apelo aos presbíteros

Fui lembrado pelos eventos de ontem[1] o quanto dependo dos meus presbíteros. A tarefa do presbítero é pastorear o pastor. Se eles não fizerem isso, ninguém mais o fará. Isso significa que haverá tempos quando o presbít...
por Carl Trueman
 

 

 

Dia do Senhor

Sermão do Rev. Augustus Nicodemus sobre o Dia do Senhor. [Download]
por Augustus Nicodemus Lopes
 

 
 

Fé para Operar Milagres

Durante o último século, dois erros cardeais foram cometidos a respeito de muita coisa contida nos Evangelhos – erros que têm prevalecido muito entre cristãos professos e que têm produzido grande destruição. Cada um de...
por Arthur W. Pink
 

 
 

As Responsabilidades do Presbítero

Em textos como Atos 20.28, 1 Pedro 5.1-3 e Hebreus 13.17, fica claro que os presbíteros são (a) pastores do rebanho de Deus. Eles devem cuidar, guiar e alimentar o povo de Deus com a verdade de sua Palavra, assim como bons pa...
por G. I. Williamson