Ministério da Igreja

16 de setembro de 2012
 

Seu culto e igreja podem ser efeminados se…

Mais artigos de »
Escrito por: Douglas Wilson

1. Sua música e sermões quase nunca contêm referências a juízo, ira, batalhas, inimigos, inferno, Satanás, ou apostasia;

2. Seu ministro de música está mais preocupado que o coral trile seus “eres” corretamente do que em encher o santuário com audível som de batalha;

3. Um dos ministros passou a usar um colarinho clerical e uma camisa cor-de-rosa e ninguém na sessão teve a coragem de dizer que ele está parecendo um garoto de treze anos com bochechas rosadas, como num dos quadros de Norman Rockwell;

4. O grupo de louvor canta coisas do tipo “quero namorar Jesus”, e a expressão deles enquanto estão de pé lá na frente é a mesma daqueles caras no banco de trás do carro, tentando alcançar algo mais com suas namoradas de verdade;

5. Os sermões raramente lidam com o pecado ou, quando o fazem, lidam com pecados encontrados fora do templo, de preferência entre os secularistas em Hollywood ou em qualquer outro lugar;

6. A música de adoração passa por mudanças de acordes rígidos, com especial menção sendo dada à mudança de Mi menor para Dó maior;

7. O ministro usa uma estola sacerdotal, mas a impressão não é a de que ele está vestido para a batalha. Se esse mesmo ministro usasse um kilt, todos pensariam ser uma saia de algum colégio interno só para meninas. Mas se o ministro fosse capaz, ao contrário, de usar um kilt de tal forma a aterrorizar pecadores com o som imaginário de gaitas de fole, e os sons de uma versão resumida do Armagedon cruzando terras enevoadas, e o texto do sermão fosse uma daquelas espadas escocesas de dois gumes zunindo sobre a cabeça de quem o escuta, esse tipo de homem então poderia, se quisesse, usar uma estola;

8. A igreja não pratica a disciplina eclesiástica, e não é porque todos na igreja estão se comportando bem. Eles não praticam a disciplina porque os presbíteros estão se comportando mal.

9. Um grupo de mulheres de presbíteros, ou mulheres de diáconos, ou mulheres voluntárias avulsas formou, na prática, uma sombra sobre o governo da igreja. Um voto é tomado na reunião do conselho, e cerca de meia hora depois de os presbíteros chegarem em casa, os telefones começam a tocar, e-mails começar a ser enviados, e a decisão começa a se tornar notória;

10. Uma ênfase robusta sobre a verdade, bondade, e beleza tem gradualmente se transformado num festival para estetas exibicionistas e afetados. A beleza enfatizada não é a de Bach, Rembrandt, Wren, ou Lewis, mas a da pretensamente encontrada nos encontros de alguma sociedade literária feminista;

11. Essa lista é impressa e colada no mural de sua igreja, e pelo menos três pessoas sentem-se mortalmente ofendidas.

 

 

Tradução: Márcio Santana Sobrinho

Fonte: http://www.dougwils.com/

 



Sobre o Autor

Douglas Wilson
Douglas Wilson




 
 

 

Aos pais pedobatistas

O batismo infantil inflige o temor de Deus em mim. Ele realmente estabelece — de uma forma pública e visível — um relacionamento pactual. Um relacionamento de amor, envolvendo promessas e responsabilidades, bênçãos e m...
por Mark Jones
 

 
 

A religião mais restritiva no mundo

A religião cristã é ao mesmo tempo a mais abrangente e a mais restritiva no mundo. É uma fé que admite todo tipo possível de pessoa. Mas as admite em apenas um caminho. Há somente um Deus. Somente um. Se houvessem dois d...
por Tim Challies
 

 
 

Um apelo aos presbíteros

Fui lembrado pelos eventos de ontem[1] o quanto dependo dos meus presbíteros. A tarefa do presbítero é pastorear o pastor. Se eles não fizerem isso, ninguém mais o fará. Isso significa que haverá tempos quando o presbít...
por Carl Trueman
 

 

 

Dia do Senhor

Sermão do Rev. Augustus Nicodemus sobre o Dia do Senhor. [Download]
por Augustus Nicodemus Lopes
 

 
 

Fé para Operar Milagres

Durante o último século, dois erros cardeais foram cometidos a respeito de muita coisa contida nos Evangelhos – erros que têm prevalecido muito entre cristãos professos e que têm produzido grande destruição. Cada um de...
por Arthur W. Pink
 

 
 

As Responsabilidades do Presbítero

Em textos como Atos 20.28, 1 Pedro 5.1-3 e Hebreus 13.17, fica claro que os presbíteros são (a) pastores do rebanho de Deus. Eles devem cuidar, guiar e alimentar o povo de Deus com a verdade de sua Palavra, assim como bons pa...
por G. I. Williamson