Casamento e Família

Pais, Lembrem-se do Futuro por Voddie Baucham Jr.

By 20 de junho de 2018 No Comments

Um lembrete para os pais

Como pais, é importar observar que o evangelho é escatológico, é a nossa esperança não só nesta era, mas também na era porvir.

Primeiro, a natureza escatológica do evangelho significa que não vemos as nossas famílias como fins em si mesmos. Pastores de famílias não são homens trabalhando para moldar famílias perfeitas que irão satisfazer todas as suas necessidades terrenas. Pelo contrário, sabemos que somente Cristo pode satisfazer as nossas necessidades últimas e que ele o fará plenamente somente no fim desta era presente. Nós também sabemos que os nossos laços familiares são temporais e são os nossos laços com o corpo de Cristo que importam eternamente. Logo, o nosso maior desejo é liderar as nossas famílias até os pés de Cristo, e não aos nossos.

Não podemos esperar das nossas esposas e filhos o que só será suprido na era porvir.

Segundo, a natureza escatológica do evangelho significa que não colocamos as nossas esposas e filhos sob padrões irrazoáveis. Todos somos criaturas caídas. A perfeição é uma esperança que mantemos para a era porvir. Enquanto isso, gozamos da santificação progressiva enquanto louvamos a Deus por nos fazer mais parecidos com Cristo dia a dia. Isso significa que não podemos esperar das nossas esposas e filhos o que só será suprido na era porvir.

A tarefa contínua do pastoreio

Pastorear bem a sua família é uma tarefa com a qual você precisa se comprometer porque você sabe ser o correto, e você a vê como um meio da graça que Deus usará para abençoar a você e a sua família. Todavia, não é uma prática que irá eliminar todos os seus problemas. Não é a solução para tudo. Não é como se fôssemos pastorear as nossas famílias bem por um período de tempo, então sentar e relaxar, aproveitando o fruto dos nossos trabalhos.

O pastoreio é uma tarefa contínua. A obra não é feita até que o Bom Pastor nos chame para casa. Enquanto isso, temos de ensinar as mesmas lições vez após vez, frequentemente cometeremos os mesmos erros de novo e de novo e precisamos continuar a depender da graça de Deus para nos acompanhar por todo o caminho.

Teremos de nos lembrar constantemente de que o evangelho são novas para serem proclamadas constantemente. Teremos de apontar para o Deus do evangelho de novo e de novo. Teremos de lembrar continuamente a nós e a nossas famílias da mensagem centrada em Cristo, na cruz e na graça. E então, um dia, “logo que o Supremo Pastor se manifestar” (1Pe 5.4), veremos ele colocando endireitando todas as coisas. Por ora, fazemos o nosso trabalho e mantemos a esperança — a esperança que encontramos no evangelho.

Este artigo é uma adaptação de um trecho do livro Pastores de família: chamando e preparando homens para liderar seus lares [publicado pela Editora Monergismo] de Voddie Baucham Jr.

Tradução: Guilherme Cordeiro

Fonte: Fathers, Remember the Future