VOCÊ NÃO ESTÁ SÓ

Uma nova vida surgiu. Única. Jamais se verá alguém igual. Assim como você, essa vida é singular na história da humanidade e nunca se repetirá por toda a eternidade. Mesmo que sejam duas as vidas e compartilhem da mesma carga genética, cada uma será um indivíduo único.

Outra realidade da qual não podemos escapar é que cada ato uma vez realizado jamais será desfeito. O tempo passa e não há como voltar para desfazer algo. Cuidado com a decisão precipitada que nos leva a caminhos irreversíveis. Essa vida foi criada e jamais será abolida absolutamente. Foi impressa na realidade por um ato que permanecerá eterno. Nunca desfazemos um ato em nossas vidas. O que está feito, está feito.

A vida é uma das coisas mais misteriosas, maravilhosas e frágeis do mundo. Acabar com uma vida destrói um pouco de nossa própria vida. É a decisão da qual não se volta, o ato que não pode ser desfeito, uma vida inteira que deixa de ser, de se manifestar. É o maior de todos os roubos, como diria Mário Quintana, o roubo de um futuro repleto de possibilidades.

Lembre-se de pedir ajuda, se um dia precisar, pois os mais frágeis de nossos irmãos, aqueles que ainda crescem no ventre da mãe, não podem pedir ajuda, não têm a quem recorrer.

Não estamos sós. A mãe que carrega uma ou mais vidas em seu ventre, em especial, também não estará só. Com ela estão as sementes do futuro e o próprio Criador dos céus e da Terra.

Mesmo que a vida não persevere, no ventre está o ser humano frágil que necessita de tratamento digno, carinho e compreensão, assim como sua mãe — também frágil, em um momento de tão grande significado —, que igualmente precisa de um cuidado especial.

Que as mães e as famílias não caiam no engodo da falsa opção. Nunca a alternativa será somente a decisão trágica pelo fim da vida. Quantos existem que adotariam com amor essa nova criança? Não fomos todos adotados, afinal de contas, pelo Criador de tudo o que há? Quantas famílias que antes rejeitaram a nova vida não a abraçaram com ternura depois e são incapazes de imaginar um mundo sem aquela pequena criança? Decisões precipitadas impedem a sabedoria e a verdade que somente o tempo pode trazer em algumas situações. Dê tempo ao tempo. Converse, busque ajuda.

Você não está só.

[Carta/endosso do Dr. Hélio Angotti Neto para o excelente livro Se eu pudesse falar: Cartas do útero.]