Pular para o conteúdo

Pós-milenismo

Implicações práticas da esperança pós-milenista

O pós-milenismo é uma doutrina que incute esperança no futuro. Outras visões escatológicas dirão, sem dúvida, que também oferecem uma visão de esperança no futuro. Mas a esperança futura do pré-milenismo e do amilenismo não diz respeito à era atual. Parece uma era futura que será introduzida pelo retorno de Cristo. Nenhuma dessas visões tem esperança no triunfo de Cristo, seu evangelho ou seu povo na era atual. Cada uma delas vê um declínio para… Continue a ler »Implicações práticas da esperança pós-milenista

O que é “Amilenismo Otimista”?

[dropcap]N[/dropcap]ão há muita discordância entre amilenistas e pós-milenistas com respeito à ordem cronológica dos eventos do final dos tempos. Nas duas visões, o milênio é uma metáfora para o reino de Cristo sobre a terra. Primeiro, o milênio será completado. Então, simultaneamente, a segunda vinda de Cristo, a ressurreição, e o julgamento final ocorrerão. Essa foi a visão geral e unificada da igreja por muitos séculos. Essa visão foi sustentada pelos pais da igreja, tais… Continue a ler »O que é “Amilenismo Otimista”?

Pós-Milenismo Reconsiderado

[dropcap]A[/dropcap]o descrever o pós-milenismo, deveria ser observado em primeiro lugar que há uma grande área de concordância entre pré-milenistas, amilenistas e pós-milenistas clássicos. Todos os cristãos deveriam concordar que a igreja, chamada “a Noiva” e “a Nova Jerusalém” em Apocalipse 20, existe tanto no céu como na terra antes da Segunda Vinda. Deveríamos concordar que Apocalipse 20 descreve o ataque final das forças de Satanás contra Cristo e a igreja no fim da história. Todos… Continue a ler »Pós-Milenismo Reconsiderado

O Caso a Favor do Otimismo Histórico

Vivemos num modo que sofre grandes problemas e tribulações, naturais e humanos, legais e morais. Como pode o cristão sustentar uma perspectiva otimista sobre o futuro? Pode um cristão instruído esperar realmente um progresso acelerado dos efeitos do evangelho entre os homens? Como pode a esperança pós-milenista ser seriamente considerada entre os estudantes cristãos do cenário mundial? Essas são perguntas reais e legítimas que freqüentemente servem como desafios retóricos a qualquer otimismo escatológico.

Fundamentos Teológicos do Pós-Mileranismo

O pós-milenarismo espera que a grande maioria da população mundial se converta a Cristo como conseqüência da proclamação do evangelho pelo poder do Espírito. À luz das condições do mundo atual, muitos cristãos estão surpresos com a resistência da esperança pós-milenar. Antes de fornecer uma evidência exegética positiva para a posição pós-milenar, mostrarei de modo breve que, embora essa esperança na vitória do evangelho seja estranha para o evangélico moderno, a teologia básica bíblica lhe… Continue a ler »Fundamentos Teológicos do Pós-Mileranismo

2 Timóteo 3.1-4, 13

Empregando esses ou versículos similares, o pré-milenista Kromminga e os amilenistas Hoeksema, Berkhof, Hanko e Morris concordam com Hoekema que “a expectação pós-milenista de uma era dourada futura, anterior à volta de Cristo, não faz jus à tensão contínua na história do mundo entre o Reino de Deus e as forças do mal”. Hendriksen comenta essa passagem: “Esses tempos virão e desaparecerão, e o último será pior que o primeiro. Serão tempos de impiedade crescente… Continue a ler »2 Timóteo 3.1-4, 13

Pós-Milenismo: Um Resumo

O pós-milenismo espera que a proclamação do evangelho ganhe a vasta maioria dos seres humanos para Cristo na presente era. O aumento do sucesso do evangelho produzirá gradualmente um tempo na história antes do retorno de Cristo no qual a fé, justiça, paz e prosperidade prevalecerão nos assuntos do povo e das nações. Após uma extensa era de tais condições, o Senhor retornará visível e corporalmente, e em grande glória, terminando a história com a… Continue a ler »Pós-Milenismo: Um Resumo

Sobre a Iminência do Retorno de Cristo

Uma das principais características do interesse profético é a comum convicção do cristão que estamos vivendo à sombra da Segunda Vinda. Em conjunção com um mal-entendimento radical dos últimos dias, encontramos frequentemente a doutrina do retorno iminente de Cristo entre dispensacionalistas, pré-milenistas e amilenistas.

Israel e Profecia

O papel de Israel como um povo radicalmente distinto da Igreja é a característica principal do dispensacionalismo. De fato, como Poythress sugere, essa pressuposição teológica é provavelmente a raison d’etre da hermenêutica literalista: “O dualismo de Israel e a igreja é, de fato, o dualismo mais profundo determinando quando e onde o dualismo hermenêutico do ‘literal’ e ‘espiritual’ é aplicado”.

O Templo e as Duas Testemunhas

Em Apocalipse 11, João é ordenado a medir o templo interno na “santa cidade” (Jerusalém), onde o Senhor foi crucificado (Ap 11.8). Isso significa a preservação (cf. Zc 2.1-5; Ap 21.15) do pátio interno do templo. Mas o pátio externo do templo é deixado sem medida; assim, é destinado à destruição (Ap. 11.1, 2).