TeologiaUncategorizedVida Cristã

Por que se importar com a justificação? por Joseph Mizzi

By 8 de agosto de 2018 No Comments

Porquanto não me envergonho do Evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que nele crê; primeiro do judeu, assim como do grego (Romanos 1.16)

A meningite continua sendo uma doença mortal para as crianças. Felizmente, o número de casos de meningite diminui por volta dos últimos vinte anos, principalmente devido à imunização.

Todavia, essa temida infecção não está completamente erradicada porque ainda não temos vacinas para cobrir todos os micróbios diferentes que causam a meningite. Além disso, alguns pais deixam de imunizar os seus filhos por negligência ou medo. Parte o coração quando uma criança morre por uma infecção que poderia facilmente ser prevenida.

Espiritualmente, é ainda mais trágico se negligenciarmos a mensagem evangélica da salvação pela fé em Cristo Jesus. Não podemos nos dar ao luxo de ignorar o que a Palavra de Deus ensina sobre justificação, isto é, como ficamos de bem com Deus. As consequências nesta vida e na vindoura são espantosas.

Por que, então, devemos nos importar com a justificação? O que isso quer dizer afinal? Não é essa doutrina que causou tantos problemas na Europa durante a Reforma Protestante? Por que eu devo ligar para uma doutrina que resultou em tanta briga e divisão dentro do cristianismo? Não é bem mais importante para mim me concentrar no meu trabalho e na minha família e para os cristãos trabalharem em prol da unidade e da compreensão mútua?

Eu posso pensar em três boas razões pelas quais devemos nos importar com o que a Bíblia ensina sobre a justificação, de fato, por que devemos levá-la bastante a sério.

1. Já estamos infectados com o pecado.

Infringimos a lei de Deus e, portanto, somos culpados perante Ele. Podemos não sentir ainda a força total das consequências do pecado, mas ainda assim o pecado nos separa de Deus, de quem e em quem somente podemos encontrar vida, sentido e alegria. Precisamos de justificação mais do que da nossa comida diária.

2. Há cura para o pecado.  

A cura para o pecado vem para nós na mensagem do Evangelho. Pode não ser popular ou estar na moda na nossa sociedade, mas ainda é “o poder de Deus para a salvação”. Há uma forma de escapar e ter liberdade da culpa e da perdição. A justificação está disponível para nós hoje.

3. Se não for tratado, o pecado mata.

Talvez possamos passar essa pequena vida sem muitos problemas e até ter um estilo de vida confortável e com muito prazer. No final das contas, se morrermos em pecado, não tem como escapar da ira de Deus. O juízo está vindo. O Evangelho, a não ser que seja abraçado agora, é inútil depois da sepultura. Não existe justificação no inferno.

É por isso que devemos nos importar com a justificação. Não podemos nos dar ao luxo de negligenciar essa mensagem do céu, nem devemos temer recebê-la. O Evangelho é o poder de Deus para a nossa salvação também se crermos no seu Filho, o Senhor Jesus Cristo.

Este é o capítulo 1 do livreto Right with God de Joseph Mizzi.

Tradução: Guilherme Cordeiro.

Foto: Ray Hennessy.