Vida Cristã

3 Maneiras de Ter Sucesso no Fracasso por D. Michael Lindsay

By 9 de julho de 2018 No Comments

O que Abraham Lincoln, JK Rowling, Steve Jobs, Oprah Winfrey, Coronel Sanders, Elvis Presley, Jack London, Fredrick Douglass, Winston Churchill e William Wilberforce têm em comum?

Eles eram todos fracassados.

Todos eles erraram seus alvos e experimentaram enormes contratempos. Várias vezes. Em alguns casos, durante a maior parte de suas vidas. E, no entanto, nos lembramos deles por causa de suas conquistas. Todos conhecemos seus nomes e grande parte de sua história, e a razão é simples: cada um deles se recusou a ser definido pelo fracasso, mas o usou para impulsioná-los para o sucesso e o triunfo.

O fracasso é inevitável. Em algum momento da sua vida, você ficará aquém. Sabemos disso porque vemos isso ao nosso redor. Os erros dos políticos são espalhados pelos jornais, os fracassos das celebridades dominam a mídia e nossos próprios erros estão gravados na vanguarda de nossas mentes. Embora não haja meios de impedir o fracasso, acredito que alguém pode fracassar e aprender a seguir em frente com a esperança do evangelho. Por causa de Jesus e do que ele fez na cruz, sabemos que nossos fracassos não são o fim da história.

Jovens, isso é especialmente importante para vocês. A faculdade oferece quatro anos para aprender a lidar com os erros e se beneficiar deles. Em minha vida, vi como três princípios nos ajudam a ter sucesso quando fracassamos.

1. Falhe no Lugar em que Você Eventualmente Terá Sucesso

Você precisa estar disposto a falhar em algo em que está profundamente investido e depois permanecer investido. É assim que você cresce. Se você é um incrível dançarino de balé, mas de repente decide tentar sua mão no lacrosse, sua falha pode não ser uma surpresa ou ter um grande efeito. No entanto, se você é um aspirante a bailarino no balé da cidade de Nova York e não consegue passar em seus testes, essa é uma grande oportunidade de crescimento.

Durante a crise financeira de 2008, Jamie Dimon foi apelidado de “Banqueiro do Último Recurso” de Wall Street – o banqueiro mais poderoso do mundo. No entanto, Dimon nem sempre foi considerado de uma forma tão positiva. Dez anos antes, ele foi demitido do Citi após ser nomeado presidente do Citigroup, uma queda espetacular e pública do auge de sua profissão. Mas ele manteve o rumo e subiu de volta ao topo, tornando-se o presidente e CEO do JP Morgan Chase, seu papel atual. Se Dimon tivesse abandonado o setor bancário e mudado para outra coisa, ele nunca teria sido capaz de ascender ao seu presente papel nobre.

Empurre-se para a excelência no campo que você é apaixonado, porque é onde o fracasso se torna um momento decisivo e um ponto de virada que pode impulsioná-lo ainda mais nesse campo. Não se afaste da perspectiva de fracasso em sua área de paixão; procure-o ativamente. Chegamos a novos picos quando subimos mais do que acreditamos que somos capazes.

2. Falhe em Torno de Pessoas que Vão Segurá-lo

Falhar sozinho é miserável. É importante ter um grupo de confidentes apoiando você, lembrando que o fracasso não é definitivo. Seja de sua família, grupo de jovens, amigos na igreja ou colegas, todos nós precisamos de pessoas que possam nos segurar antes de chegarmos ao fundo do poço.

Como estudante de graduação, fui indicado para uma grande honraria no campus, mas acabei sendo rejeitado pelo comitê de seleção. Eu achava que minha nomeação era difícil e era humilhante quando conhecidos – assumindo que eu tinha sido selecionado – parabenizavam-me erroneamente por ter sido escolhido. Mais tarde, aprendi que um amigo com quem trabalhei em um grande projeto do campus falou contra a minha indicação. Eu me senti traído.

Quando soube da minha rejeição, parei no consultório de minha mentora para uma palavra de encorajamento. Nunca esquecerei sua resposta: “Michael”, ela disse, “o que os outros queriam para o mal, Deus queria para o bem”. Ela então me incentivou a orar para que Deus me desse uma ideia de algo que eu poderia fazer durante o meu último ano, agora que eu tinha mais tempo livre em minhas mãos. No final, alguns amigos e eu começamos uma iniciativa para homenagear professores e funcionários em um banquete especial. Na primavera passada, fui convidado a retornar ao campus para falar naquele evento, que decorreu continuamente desde que o lançamos, há mais de 20 anos. Eu duvido que eu teria perseguido este novo empreendimento se tivesse sido selecionado para o programa original. No contexto de uma comunidade cristã solidária, um mentor foi capaz de me ajudar a tirar o máximo proveito de um fracasso. No final, produziu o bem não só na minha vida, mas também na vida dos outros.

Amigos fazem isso por você. Eles te dão a perspectiva que você precisa quando está se afogando em desespero. Então, pense profundamente sobre onde você vai para a faculdade e com quem você se envolve quando se muda para uma nova cidade. Sua comunidade é importante.

3. Falhe Sabendo que Isto Não te Define

É da natureza humana insistir em nossos erros e nos perguntar o que os outros pensam. Nós gravitamos em direção à insegurança, acreditando que todo mundo sabe sobre o nosso fracasso. Mas muitas vezes, apenas algumas pessoas, se alguma, percebem.

Se você deixar o fracasso derrubá-lo e permanecer nesse buraco, você se rouba do crescimento potencial. Seu passado não é seu futuro. Não define quem você é ou como será o resto da sua vida. O que importa é o que você faz depois que você falha e como você segue em frente.

Seu ambiente durante esses momentos importantes é crucial para ajudar você a lembrar desse ponto. Algumas escolas são tão competitivas que é difícil obter o incentivo de que você precisa. Não importa que você tenha lutado contra milhares de estudantes para ser aceito; uma vez dentro, você tem que competir contra seus colegas de classe. Não há espírito de equipe ou cultura de incentivo. É tudo sobre você e seu sucesso individual. Nem todo lugar é assim, então escolha a sua comunidade sabiamente.

Evangelho para Fracassados

O evangelho de Jesus Cristo se recusa a nos permitir sermos definidos pelo que não podemos fazer. Somos livres em Cristo, sabendo que, embora fracassemos, Ele ainda nos escolheu e pagou o sacrifício final por nós. Na faculdade cristã onde eu sirvo, nos esforçamos para manter essa visão no centro de nossa instituição, lembrando aos alunos, professores e funcionários que somos livres em Cristo. Procuramos amar os outros bem e incentivar os pares em tempos de fracasso e desapontamento. Ao fazer isso, nos tornamos agentes de reconciliação. Eu oro para que todos encontrem um ecossistema similar de apoio divino.

O contexto é importante. Você será moldado por aqueles ao seu redor. Portanto, escolha ser influenciado em um ambiente onde o Evangelho é importante. E como cristãos, lembre-se de que somos chamados a lembrar uns aos outros que nossos fracassos não nos definem.

E quando você falhar em alguma coisa, tome coragem; você não está sozinho. Outros em posições superiores, que conseguiram, também falharam espetacularmente. Então tente algo novo. Não tenha medo ou seja definido por esse momento. Cerque-se de amigos e familiares que o apoiam. Esforce-se nas Escrituras e na oração. Na providência de Deus, há um propósito em falhar.

D. Michael Lindsay (PhD) é o autor de Faith in the Halls of Power: How Evangelicals Joined the American Elite and View From the Top: An Inside Look at How People in Power See and Shape the World e é o presidente do Gordon College em Wenham, Massachusetts.

Traduzido por Felipe Barnabé

Fonte: 3 Ways to Succeed in Failure

SEO: D. Michael Lindsay escreve que todos falharão, por isso é importante encontrar um contexto, especialmente na faculdade, onde você possa aproveitar ao máximo seus fracassos.