ÉticaVida Cristã

Imagine Jesus Jogando na Loteria

By 12 de setembro de 2012 No Comments

Brincando com o suicídio da alma



Você pode imaginar Jesus jogando na loteria? O que aconteceria na alma de Jesus, quando Ele lesse: “Ganhe vinte e cinco mil reais agora — e dois milhões, depois… Jogue em qualquer lugar, ganhe em qualquer tempo… Para pessoas que não podem esperar para ficar ricas”?

Pelo que Jesus realmente espera? O que podemos querer na vida? A loteria é reveladora de muitos motivos ocultos.

A loteria é outra oportunidade de transpassar sua alma com muitas aflições. É uma oportunidade de levar seus filhos à ruína. Está sendo promovida além de nossas piores expectativas. Os seus efeitos são e serão terrivelmente destrutivos na vida moral de nossa sociedade. Eis algumas razões por que exorto você a resistir à tentação de jogar na loteria. Estabeleça em sua família a regra de não jogar. Diga não a seus filhos e ensine-os por quê.

1. A Bíblia nos ensina a não querermos ser ricos.

[quote]Ora, os que querem ficar ricos caem em tentação, e cilada, e em muitas concupiscências insensatas e perniciosas, as quais afogam os homens na ruína e perdição. Porque o amor do dinheiro é raiz de todos os males; e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé e a si mesmos se atormentaram com muitas dores. 1Timóteo 6.9-10[/quote]

O desejo de ser rico é suicida. O coração que arde por dinheiro não está buscando a Deus. Tal coração é a raiz de todos os males. A passagem diz também que devemos seguir “a justiça, a piedade, a fé, o amor” (v. 11). Jesus disse: “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu [de Deus] reino” (Mt 6.33). Nossa busca na vida não é a de ficarmos ricos — nem rápida, nem lentamente. Nossa paixão na vida é sermos puros, santos, amáveis e consagrados à obra de Cristo. Jogar na loteria não é motivado por uma “fome e sede de justiça” (Mt 5.6). É norteado por um amor ao mundo; e é mortal porque o mundo e tudo o que nele há passarão (1 Jo 2.17).

Acautele-se:

[quote]Onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração. Mateus 6.21[/quote]

2. É errado apostar com o dinheiro que nos foi confiado.

Bons mordomos não administram dessa maneira o dinheiro de seu Senhor. Os administradores fiéis não jogam com um dinheiro que lhes foi confiado. Eles não têm direito de fazer isso. Tudo o que temos é patrimônio de Deus confiado a nós, a fim de usarmos para a glória dEle (1 Co 4.7; 6.19-20). Como glorificamos a Deus, ao jogarmos com o dinheiro dEle?

Mordomos fiéis não se envolvem em jogos de azar. Trabalham e negociam: valor por valor, justo por justo. Este é o padrão repetido freqüentemente nas Escrituras. Salário e benefícios são proporcionais ao trabalho realizado. Quando estamos administrando o dinheiro de outra pessoa, quão mais irresponsável é jogarmos com esse dinheiro!

3. É errado aprovar e apoiar uma instituição que está determinada a confirmar as pessoas em suas fraquezas e a cultivar nos outros a cobiça que permaneceria latente, se não houvesse esse instrumento para despertá-la. A loteria fisgará mais facilmente aquelas pessoas que precisam do oposto, ou seja, encorajamento e orientação concernente a serem prudentes e responsáveis no uso do dinheiro.

Conseqüentemente, pela honra de nosso tesouro no céu, pelo bem de nossa sociedade e pela segurança e saúde de sua própria alma, exorto-o a não jogar na loteria.

Fonte: Uma Vida Voltada para Deus, John Piper, Editora Fiel, p. 134-136.