Vida Cristã

Por Que Eu Parei de Ler a Bíblia por Steve Robinson

By 14 de Maio de 2018 No Comments

Atos 29: Igrejas Plantando Igrejas

“Não se afaste da Palavra.”

Este é o correto – e óbvio – conselho que todos os plantadores de igrejas, líderes, presbíteros e equipes de plantação de igrejas escutam. Ninguém em sã consciência pensaria em tentar iniciar e liderar uma igreja sem ter plena consciência da importância da Palavra de Deus. Isto deve ser central para todos os aspectos da vida da igreja.

Na verdade, nāo conheci nenhum líder de igreja centrado no evangelho – ou avaliei algum plantador de igrejas iniciante – que não tivesse a Palavra de Deus no centro de seus planos para suas igreja. Não é para isto que serve a igreja? Para demonstrar a sabedoria e a glória de Deus ao proclamarmos o evangelho? Afastar-se da Palavra seria o mesmo que drenar o sangue vital da igreja.

E no entanto, existem muitas igrejas ao redor do mundo para as quais a Palavra de Deus é central, e que ao mesmo tempo sāo lideradas por pessoas que deixam de lado a Palavra em suas vidas diárias.

Como é que eu sei isto? Porque eu sou uma delas.

Chegando ao Fundo do Poço

Eu amo a Palavra de Deus. É uma fonte de água viva para minha alma sedenta. Mas, infelizmente, houveram muitos momentos em minha vida em que tentei levar as pessoas a essa água viva, enquanto eu mesmo vagava pelo Saara. Mesmo agora – quando reflito sobre aqueles tempos – posso ouvir a justificativa e as desculpas ressoando em minha cabeça.

Encontrar-me no Saara, foi algo que aconteceu de mansinho em mim. Não houve um dia em que acordei e decidi: Vou parar de ler a Palavra de Deus consistentemente. Foi algo que aconteceu lentamente, ao longo do tempo. Outras coisas tornaram-se mais urgentes e até mais desejáveis.

Havíamos replantado uma igreja que estava crescendo. Outra igreja havia sido plantada a partir daquela igreja, e nós tínhamos uma terceira igreja na fila. Além disso, nossa família estava aumentando. Havíamos recebido inesperadamente de Deus nosso quarto filho, portanto estávamos nos mudando para uma nova casa. Estávamos também nos recuperando de um tratamento de emergência que nossa filha mais velha teve que fazer (e o cachorro morreu nem meio a todo este tumulto).

Eu mal sabia que estava chegando ao fundo do poço. Não me refiro à falta de capacidade para viver em meio às dificuldades da vida; eu estava vazio de vida. Ao eu me afastar lentamente da Palavra de Deus, estava bloqueando o canal através do qual as águas vivas fluiríam até mim. Eu estava em queda livre, tentando levar uma igreja a Jesus sem passar um tempo suficiente com ele.

Restauração

Meu co-pastor interveio e, em amor, me confrontou. Por meses, ele tentou captar minha atenção, mas eu o estava evitando (o que era complicado visto que compartilhamos o mesmo escritório).

Quando ele me perguntou se eu estava lendo a Palavra de Deus consistentemente, acho que ele já sabia a verdade. Nunca esquecerei o que ele me disse em seguida: “Steve, você está procurando por vida em meio ao caos, mas está evitando a fonte onde você sabe que necessita ir para encontrá-la”. Ele estava certo. Eu estava fugindo de Deus e de sua Palavra – não porque não o amasse – mas porque não queria confrontar meu pecado.

Mas a Palavra de Deus realmente cura e restaura. Meu co-pastor e eu passamos semanas lendo e orando o Salmo 119. Pela graça de Deus, o vento do evangelho começou a encher minhas velas novamente. Eu estava saindo do Saara, sendo trazido de volta à fonte de vida.

Ao ser refrescado e restaurado pela Palavra, relembrei-me de quão desesperadamente necessito disto. Necessito ser relembrado, a cada dia, de quem Deus é e de quem eu sou em Cristo.

Eu até preguei sobre alguns trechos do Salmo 119. Ao fazer isto, compartilhei minhas lutas, confessei meu pecado e pedi perdão ao rebanho que me foi dado e que tenho o privilégio de liderar.

Plantador de igrejas: você quer saber a coisa mais importante que pode fazer em seu ministério? Prenda-se à Palavra de Deus. Eu sei que você tem um milhão de coisas para fazer. Sei que as necessidades de sua congregação parecem intermináveis. Mas se a Palavra não for sua corda de salvação, você não terá nada para oferecer a seu povo necessitado.

A Fonte de Vida

O tempo que passei no Salmo 119 foi transformador. Aqui estão algumas coisas que o Senhor me ensinou neste período:

Quando enfrentar problemas e angústia, a Palavra de Deus é o meu prazer (Sl. 119.143)

Você enfrentará problemas e discórdias, como eu também os enfrentei. É inevitável, e sāo parte daquilo que é ser um crente (ainda mais um plantador de igrejas). As dificuldades da vida revelarão o que está acontecendo em seu coração. A Palavra de Deus era o lastro que mantinha o salmista estável – e poderia fazer o mesmo por mim – em meio a muitos problemas.

A Palavra de Deus me dá entendimento, para que eu possa viver (Sl. 119.144)

A tentação de abandonar tudo passará por seus pensamentos em algum momento, mesmo que seja só por um momento. Eu queria sumir e, pensar em prosseguir me assustava. Necessitava de clareza, de verdade e de compreensão. A Palavra de Deus me deu uma linguagem para compreender o que estava acontecendo. Mais do que qualquer outra coisa, a Palavra me apontou para Jesus (João 5.39). Lembrei-me daquele que “em troca da alegria que lhe estava proposta, suportou a cruz” (Heb. 12.2). Por causa de Cristo, a verdadeira Palavra, eu posso prosseguir e ter vida em abundância (João 10.10).

A Palavra de Deus traz consolo e prazer (Sl. 119.76-77)

Todos ansiamos por consolo e prazer, mas muitas vezes os buscamos em lugares onde não serāo verdadeiramente encontrados. Para mim, a tentação foi de fugir da Palavra, pensando que ela iria me ferir e machucar ao invés de me consolar e refrescar. Mas não podemos encontrar prazer verdadeiro e duradouro em nenhum outro lugar. O Salmo 119 está me ensinando a me apegar às promessas da Palavra de Deus. Somente ao me aferrar a elas, vivencio o consolo e o prazer de que tanto necessito.

Portanto, plantador de igrejas: não se afaste da Palavra de Deus. Beba profundamente dela diariamente. É o que você – e seu povo – necessita mais do que qualquer outra coisa.
——————

Steve Robinson é o pastor principal da Cornerstone Church em Liverpool, Inglaterra. É também diretor do Cornerstone Collective. Steve é ​​casado com Sian e tem quatro filhos. Pode-se segui-lo no Twitter.

Traduzido por Felipe Barnabé

SEO: Steve Robinson compartilha os perigos de nos desviarmos lentamente da palavra de Deus, e incentiva os líderes e plantadores de igrejas e a lerem e a estudarem a palavra de Deus consistentemente.

Fonte: https://www.thegospelcoalition.org/article/i-stopped-reading-bible/