Outras Categorias

6 de novembro de 2010
 

Um Manifesto Cristão

Mais artigos de »
Escrito por: R. J. Rushdoony
Tags:

1. Soberania é um atributo de Deus somente, não do homem ou do Estado. Deus somente é Senhor ou Soberano sobre todas as coisas; sobre o Estado, a escola, família, vocações, a sociedade e tudo o mais.

2. A Bíblia foi dada como o direito comum de homens e nações e durante a maior parte da história dos Estados Unidos ela foi de fato o direito comum, como declarou Justice Story.

3. A salvação não se dá mediante a política, educação, a igreja, ou qualquer outra agência ou pessoa, mas somente por meio de Jesus Cristo nosso Senhor.

4. O mito de Maquiavel, que, pelo controle do Estado no topo, homens maus podem fazer uma boa sociedade, está na raiz da nossa crise cultural e colapso crescente. Uma boa omelete não pode ser feita com ovos podres. Homens verdadeiramente redimidos são necessários para uma boa sociedade. [1]

5. Governantes civis que governam sem o Senhor e a sua lei não são, como disse Agostinho, diferentes de uma máfia, mas apenas mais poderosos.

6. O Estado não é o governo, mas apenas uma forma de governo entre muitas, as outras sendo o autogoverno do homem cristão, a família, a escola, a igreja, as vocações e a sociedade. O Estado é o governo civil, um ministro da justiça.

7. O Estado equiparar-se ao próprio governo é tirania e perversidade.

8. O homem cristão é o único homem verdadeiramente livre em todo o mundo, e ele é chamado a exercer domínio sobre toda a terra.

9. Humanismo é o caminho para a morte e é a essência do pecado original, ou o homem tentando ser o seu próprio deus.

10. Todos os homens, coisas e instituições devem servir a Deus, ou serem julgados por ele.

[1] Rushdoony não endossava simplesmente substituir os “homens maus” por “homens piedosos” no topo de uma sociedade controlada pelo Estado. O conceito de teocracia de Rushdoony não era uma forma centralizada de poder nas mãos de líderes religiosos. Ele escreveu: “Poucas coisas são mais comumente mal entendidas do que a natureza e o significado da teocracia. Ela é comumente assumida ser um governo ditatorial por homens autonomeados que alegam governar em nome de Deus. Na realidade, na lei bíblica teocracia é a coisa mais próxima que se pode ter de um libertarianismo radical” (Roots of Reconstruction, p. 63).

 

Fonte: Roots of Reconstruction, p. 1114-1115. Publicado originalmente em Chalcedon Report nº 225, abril de 1984.

Tradução: Felipe Sabino de Araújo Neto. Novembro/2010.

 



Sobre o Autor

R. J. Rushdoony
R. J. Rushdoony
O Rev. R.J. Rushdoony  (1916-2001), importante teólogo e filósofo calvinista, foi o fundador da Chalcedon Foundation. Ele era especialista no assunto Igreja/Estado e escreveu inúmeras obras sobre a aplicação da lei bíblica à sociedade.



 
 

 
marca_dagua_banners2

Política e púlpito: o que Deus requer?

Lançamento da Editora Monergismo.
por Felipe Sabino
 

 
 
marca_dagua_banners

Bavinck em kindle.

O teólogo holandês Herman Bavinck (1854-1921) foi um dos maiores teólogos reformados dos últimos séculos. A Editora Monergismo acaba de lançar uma das suas mais importantes obras, ao lado da sua dogmática: A filosofia ...
por Felipe Sabino
 

 
 
marca_dagua_banners

Introdução à filosofia e apologética cristãs

Está disponível para kindle uma das melhores introduções à filosofia e apologética cristãs. O autor é um dos mais fiéis seguidores do pressuposicionalismo clarkiano: Carl F. H. Henry. Compre agora:  
por Felipe Sabino
 

 

 
logo-r1

O pequeno segredo sujo dos endossos

Umas duas semanas atrás Carl Trueman postou uma resenha de um novo livro do G. R. Evans. Trueman tinha lido The Roots of the Reformation: Tradition, Emergence and Rupture na esperança de que poderia usá-lo como texto para su...
por Tim Challies
 

 
 
logo-r1

Cristo cumpriu os dez mandamentos

Adão quebrou os dez mandamentos no Éden. Mas Cristo guardou os dez mandamentos no “deserto”, sob circunstâncias muito mais intensas do que aquelas às quais Adão foi submetido. Guardou o primeiro mandamento. Ele trouxe ...
por Mark Jones
 

 
 
marca_dagua_banners_a

Adão quebrou os dez mandamentos no Éden

  Quais mandamentos Adão quebrou no Jardim quando ele e sua esposa comeram da árvore que Deus ordenou não comessem (Gn 2.16-17; 3.6)? Creio que ele quebrou cada um dos dez mandamentos, e não apenas um ou dois mandament...
por Mark Jones