Vida Cristã

28 de janeiro de 2012
 

A Sabedoria Vinda de Deus

Mais artigos de »
Escrito por: Vincent Cheung
Tags:
sabedoria-vinda-deus-vc

 

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. Peça-a, porém com fé, sem duvidar, pois aquele que duvida é semelhante à onda do mar, levada e agitada pelo vento. Não pense tal pessoa que receberá coisa alguma do Senhor, pois tem mente dividida e é instável em tudo o que faz. (Tg 1: 5-8)

 

 

Sempre se diz que a vida não fica mais fácil quando nos tornamos seguidores de Cristo. Nós continuamos a ter muitos dos problemas partilhados pelo resto da humanidade. Eles são os produtos das imaginações perversas e dos estilos de vida dos não-Cristãos, o que nós já fomos antes de Deus nos ter salvado pelo Evangelho. Nós também contribuímos para a triste condição do mundo, e na medida em que ainda pensamos e nos comportamos como não-cristãos, continuamos a contribuir para isto. Contudo, agora que Jesus Cristo nos foi revelado, e a nossa justificação e adoção nele foi manifesta, ainda que permaneçamos no mundo, não somos mais do mundo. Por esta razão, acrescentando-se aos problemas que são comuns à humanidade, agora enfrentamos também perseguições daqueles que odeiam ao nosso Mestre. Nossos pensamentos e ambições são redirecionados para promoverem a verdade e a honra de Deus, mas não é assim que o mundo vê.

Contudo, a vida se torna mais fácil quando cremos em Jesus Cristo. Talvez para aqueles que eram particularmente jovens, tolos, ou corretos em si mesmos como os não-cristãos, a vida parece se tornar mais difícil quando eles subitamente acordam para a verdade sobre a sua própria depravação, a condição decaída do mundo e o estilo de vida contracultural dos discípulos de Cristo. Mas para aqueles de nós que alcançaram alguma medida de consciência espiritual no caminho da conversão, e se deleitaram na miséria da vida sem Cristo por algum tempo, não há nada mais feliz que a vida cristã. Nós estamos morrendo por dentro, mas Jesus Cristo nos segurou e injetou a sua ressurreição em nós. Nós éramos perdedores espirituais e criminosos, mas ele nos fez vencedores e conquistadores nEle. É claro que agora o mundo nos odeia e nos trata como inimigos e desordeiros, mas a eterna glória da vida em Jesus Cristo de longe excede o peso do sofrimento momentâneo de viver como filhos de Deus em um mundo de demônios.

O mundo é hostil aos Cristãos, mas Deus não nos deixa desamparados nem sem recursos espirituais para vencer. Ainda que pareça que muitos problemas possam ser contornados com dinheiro e poder, e ainda que Deus seja sempre capaz de livrar o Seu povo por meio de forças miraculosas, no decorrer de providência normal Ele nos faria enfrentar as nossas dificuldades com inteligência. Deus quer que compreendamos a mente dEle, e assim é apropriado para nós termos um desejo correspondente, para que, como Moisés, nós digamos a Ele: “Ensina-nos os teus caminhos”. Na medida em que vimos a conhecer a palavra de Deus e a saber como aplicá-la a nossa situação, mais e mais iremos compreendê-LO e concordar com Ele. Vamos aprender a pensar com Ele pensaria, a decidir como Ele decidiria e nos comportarmos como Ele se comportaria. Vamos aprender que a maneira de Deus é diferente da dos homens, e que a Sua maneira é de longe melhor e muito mais sábia. Na vida muitas coisas parecem úteis e necessárias, mas o que nós mais precisamos é da sabedoria de Deus.

Deus irá nos conceder sabedoria quando orarmos pedindo por ela. Não há necessidade de uma explicação complicada. Apenas peça a Ele, e Ele lhe dará. A Bíblia ainda insiste que em que nós peçamos com fé. Na realidade não existe outra maneira de pedir, mas a questão nos traz uma grande lição, porque a fé implica numa postura definida para com Deus que não pode ser confundida com atitudes impróprias sobre Ele. Se você tiver de pedir com fé, isto quer dizer que você não pode estar amargo e amedrontado em face aos problemas. Você não pode se ressentir com Deus e ao mesmo tempo Lhe pedir ajuda. A oração que agrada a Deus e que é efetiva deve ser o resultado de uma teologia ou doutrina sã, uma compreensão intelectual da verdade sobre Deus. Aqui a Bíblia requer que a pessoa compreenda e creia em alguma coisa sobre Deus, a saber, que ele é generoso com sua sabedoria para com o Seu próprio povo. Quando precisamos de sabedoria vinda de Deus, você a pode obter, e você pode ter bastante dela. Mas você tem que vir e pedir, e quando você vier, tem que acreditar que Deus é o Deus generoso que a Bíblia diz que é.

Deus nunca aprova a dúvida, mas sempre a condena. Contudo existem autores e professores cristãos que nos dizem que duvidar é natural, e que a dúvida em última instância nos ajuda a crescer na fé. Esta não é a perspectiva da Bíblia. É claro que a dúvida é natural à humanidade decaída, mas neste sentido o assassinato e o estupro também são naturais. Se não há razão para sermos tolerantes com o assassinato e o estupro, existe ainda menos razão para o sermos com a dúvida. E quando Seus discípulos duvidaram dEle, Jesus não disse, “Olhem para dentro desta dúvida e considerai-a. Vão adiante com ela. Vejam o meu Pai e a mim como mentirosos por um pouco mais. Isto ajudará vocês a crescerem!” Não, Ele os detonou por causa da dúvida deles. Ele os repreendeu e os fez sentir mal quanto à dúvida.

A tentativa de embelezar a dúvida é a maneira pecaminosa de o homem justificar as suas limitações, de atrasar a correção, e até mesmo se recusar ao arrependimento. Nunca devíamos dizer a um assassino em série: “Vá e mate algumas pessoas mais e dê vazão à sua maneira de pensar. Reflita no que fez você assim. Mate mais gente para que possa entender as suas motivações. Tome tempo para resolver isto e você se tornará uma pessoa melhor por isso. Assassinato vai te ajudar a crescer em santidade!” Não, nós vamos exigir que ele pare imediatamente. Vamos tratá-lo como criminoso e trancá-lo, e até mesmo executá-lo. Mas algumas pessoas querem que pensemos que a dúvida é saudável. Isto é um engano. A dúvida é um pecado que está relacionado até mais de perto com o nosso distanciamento de Deus – até mais que o assassinato ou o estupro. Qualquer pessoa que embeleze isto é um cúmplice, um criminoso espiritual. Você cresce em santidade parando de matar. Você cresce na fé matando a dúvida.

Jesus Cristo nos ordenou que ensinássemos às nações. O mundo está procurando as soluções para os seus problemas. Poderíamos dizer que o mundo está procurando em todos os lugares errados, mas a situação deles é de fato pior que isto. Eles nem mesmo estão lutando pelo lado certo, ou olhando na direção certa. O primeiro problema é a rebelião deles contra Deus, e todos os outros problemas deles são somente subprodutos desta transgressão fundamental. E então nós ensinamos aos não-cristãos, “Não importa o que você enfrente hoje, você é miserável e está morrendo porque o seu pecado te separou de Deus. Colocar uma atadura em cima de um câncer corrosivo não irá curá-lo. Você tem que confessar os seus pecados e voltar para Deus através de Jesus Cristo. Então, você pode se aproximar dEle com uma fé resoluta e pedir a Ele que lhe conceda a Sua sabedoria e que lhe ensine os Seus caminhos. Esta é a única esperança para você, e a única esperança para a humanidade.”

 

Fonte: Sermonettes ~ Volume 4 

Tradução: Claudino Marra

Revisão: Jazanias de Oliveira



Sobre o Autor

Vincent Cheung
Vincent Cheung é autor de trinta livros e centenas de palestras sobre uma gama de assuntos em teologia, filosofia, apologética e espiritualidade. Através dos seus livros e palestras, ele está treinando cristãos para entender, proclamar, defender e praticar a cosmivisão bíblica como um sistema de pensamento abrangente e coerente, revelado por Deus na Escritura. Vincent Cheung reside em Boston com sua esposa Denise.



 
 

 
marca_dagua_banners_la

Um Grupo de Pandas

~ 1 ~ Sou cristão, filósofo/logicista novato e cientista em biologia molecular. Estou lendo seus livros Questões Últimas e Confrontações Pressuposicionais. Neste último, você afirma o seguinte sobre a confiabilidade ...
por Vincent Cheung
 

 
 
marca_dagua_banners2

Colossenses 1.1-8

PREFÁCIO A carta de Paulo aos Colossenses é uma impressionante obra escrita que tece conjuntamente alta teologia com santidade de vida, e exortações com admoestações. Um de seus principais temas é a plenitude de Cristo, ...
por Vincent Cheung
 

 
 
marca_dagua_banners2

Deus será Deus no céu?

O fato que você pode perguntar se Deus ainda nos controlará quando chegarmos ao céu me diz que você ainda não compreendeu completamente a base para a soberania de Deus, e que o seu pensamento ainda é antropocêntrico. Deu...
por Vincent Cheung
 

 

 
marca_dagua_banners

Paulo e a Tradição Humana

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus, a Timóteo, meu amado filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor. (2 Tim...
por Vincent Cheung
 

 
 
marca_dagua_banners2

Paulo e a Revelação Divina

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus, a Timóteo, meu amado filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor. (2 Tim...
por Vincent Cheung
 

 
 
deus-o-autor-vc

Deus, o Autor

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus, a Timóteo, meu amado filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor. (2 Tim...
por Vincent Cheung