Doutrina/Teologia

15 de fevereiro de 2009
 

A Imagem de Deus no Homem segundo Calvino

Mais artigos de »
Escrito por: Hermisten Maia

No quinto século antes de Cristo, o filósofo sofista grego Protágoras (c. 480-410 a.C.), disse: “O homem é a medida de todas as coisas, das que são enquanto são, e das que não são enquanto não são”. A Renascença se caracteriza pela tentativa de vivenciar este conceito. Neste período houve uma “virada antropológica”. Deus cedeu lugar ao homem, deixando de ser o centro das atenções; o “homem virtuoso” passou a ocupar o trono da história. “O homem pelo homem para o homem”; este é, de certa forma, o lema implícito do Humanismo Renascentista. Este “antropocentrismo refletido”, se retrata no homem renascentista, profundamente otimista no que se refere à sua capacidade; ele se julga em plenas condições de planejar o seu próprio futuro, sua existência individual, aproximar-se da perfeição; tudo está em suas mãos, nada lhe escapa. Marcílio Ficino (1433-1499), considerava o homem como uma “síntese de todas as maravilhas do universo”; ou, na sua expressão, “copula mundi” (“Nexo do mundo”). O homem passou a ser considerado como o centro do mundo, a imagem completa de todas as coisas; o livro da natureza.

Faça o Download (arquivo PDF)



Sobre o Autor

Hermisten Maia




 
 

 

O evangelho do Reino

Refutação do dispensacionalismo.
por Felipe Sabino
 

 
 

Ainda não é o fim!

Não poucos cristãos ficam alarmados diante das tragédias dos nossos dias. Quer estejamos falando de catástrofes naturais, como o tsunami, ou de decadência moral, como a legalização do “casamento” homossexual, tais ac...
por Felipe Sabino
 

 

 

O céu beijou a terra: a encarnação

O que é a encarnação? É o céu beijando a terra. Como disse o puritano Thomas Goodwin, quando o Filho tornou-se carne, “céu e terra se encontraram e se beijaram, a saber, Deus e o homem”.
por Mark Jones
 

 
 

Sobre o prazer de ler

Quem não me conhece acha que gosto de ler.
por Felipe Sabino
 

 
 

Leitura no céu?

25/09/2013 ─ Que vontade louca de ler todos os livros que estão na minha fila de espera! E comprar dezenas de outros, e devorá-los continuamente. Aqui estou, na página da Livraria Saraiva, com 23 livros no carrinho. Vou ca...
por Felipe Sabino