All Posts By

Francis Schaeffer

Vida Cristã

A Prática da Verdade

No que diz respeito ao primeiro dos princípios sobre os quais falamos no início do Apêndice B, "a completa posição doutrinária do cristianismo histórico deve ser claramente mantida", parece-me que o problema central da ortodoxia evangélica na metade do séc. XX é o problema da prática deste princípio. Isso é desta forma especialmente quando nós levamos em conta a mentalidade espiritual e intelectual que é dominante em nosso século (1). Qualquer consideração sobre métodos ou programas deve ser secundária para uma reflexão desse problema central. Se uma ênfase clara e inequívoca na verdade, no sentido de antítese (2), é removida, duas coisas ocorrem: Primeiramente, o Cristianismo como Cristianismo na próxima geração é enfraquecido; e segundo, nós estaremos nos comunicando apenas com a aquela parte que está diminuindo na comunidade que ainda pensa em termos do antigo conceito de verdade (3). Nós não estamos minimizando a obra do Espírito Santo. Nós deveríamos nos lembrar, no entanto, que nossa responsabilidade é que nos comuniquemos de tal forma que aqueles que ouvem o evangelho possam entendê-lo. Se nós não nos comunicarmos claramente na base de antítise, muitos irão reagir às suas próprias interpretações do evangelho, nas suas próprias formas relativistas de pensamento, incluindo…
25 de janeiro de 2013
Apologética

O Dia em que o Avião de Francis Schaeffer Quase Caiu

Uma vez eu estava voando à noite no Atlântico Norte. Foi em 1947, e eu estava voltando da minha primeira visita à Europa. Nosso avião, um desses DC4 antigos com dois motores em cada asa, estava a dois ou três minutos no meio do Atlântico. De repente, dois motores numa asa pararam. Eu já tinha voado muito, e por isso eu pude sentir os motores com problemas. Eu me lembro de pensar: “Se eu for afundar no oceano, seria melhor eu pegar o meu casaco”. Quando eu peguei, eu disse à aeromoça: “Tem algo errado com os motores”. Ela foi um pouco mordaz e disse: “Vocês sempre acham que há algo errado com os motores”. Eu dei de ombros, mas peguei meu casaco. Tão logo sentei, as luzes se acenderam e um co-piloto muito agitado saiu da cabine. “Nós estamos em apuros”, ele disse. “Vistam rapidamente seus coletes salva-vidas”. Assim, nós descemos, e caímos e caímos, até que, no meio da noite sem lugar, pudemos ver as ondas se quebrando debaixo de nós na escuridão. E enquanto nós estávamos descendo, eu orei. De forma bastante interessante, uma mensagem de rádio tinha sido transmitida, um S.O.S. que foi receptado e retransmitido…
2 de julho de 2012
Teologia

Será a Revelação Proposicional um Absurdo?

Há duas formas para se analisar a questão referente à revelação proposicional e a infalibilidade. A primeira é pelo estudo dos pressupostos envolvidos; a segunda, através do estudo dos problemas detalhados. Este apêndice adotará o primeiro método. Em todos os casos, enquanto o primeiro não estiver em seu devido lugar, o segundo não poderá ser adotado de forma concreta. Para o homem moderno, e muito mais para a teologia moderna, o conceito de revelação proposicional e a visão cristã histórica de sua infalibilidade, usualmente não são tidos como equivocados, mas antes como simplesmente absurdos. O mesmo vale, e pelas mesmas razões básicas, na visão da maioria dos homens modernos e de grande parte da teologia moderna para os conceitos de pecado e culpa, que são considerados absurdos, não importa em que sentido moral. Mas, é claro, devemos questionar se, neste caso, os seus pressupostos são os mais apropriados e adequados. O pressuposto do Cristianismo é que houve uma origem pessoal de todas as coisas – existe alguém que fez tudo o mais que existe. Este alguém teria que ser grande o suficiente para isso, o que significa que tinha que ser infinito. Continua aberta a questão de quem seja este…
16 de janeiro de 2012
Teologia

Reforma e Reavivamento

A igreja em nossa geração precisa de reforma, reavivamento e revolução construtiva. Às vezes os homens pensam nas duas palavras – reforma e reavivamento – como se estivessem em contraste uma com a outra, mas isto é um erro. Ambas as palavras são relacionadas à palavra restaurar. Reforma refere-se a uma restauração à doutrina pura; reavivamento refere-se a uma restauração na vida do cristão. Reforma fala de um retorno aos ensinos da Bíblia; reavivamento fala de uma vida levada à sua relação apropriada com o Espírito Santo. Os grandes momentos da História da igreja vieram quando estas duas restaurações entraram simultaneamente em ação, de forma que a igreja voltou à doutrina pura e a vida dos cristãos na igreja conheceu o poder do Espírito Santo. Não pode haver reavivamento verdadeiro a menos que tenha havido reforma; e a reforma não é completa sem reavivamento. Tal combinação de reforma e reavivamento seria revolucionária em nossos dias – revolucionária em nossa vida individual como cristãos, revolucionária não somente na igreja liberal, mas também construtivamente revolucionária na igreja evangélica ortodoxa. Que possamos ser aqueles que conhecem a realidade da reforma e do reavivamento, de forma que este mundo pobre e sombrio possa ter…
31 de dezembro de 2011