Pular para o conteúdo

Apologética

Reflexões sobre Christopher Hitchens

As Escrituras dizem que é melhor descer à casa do luto do que à casa do riso (Eclesiastes 7.2). A razão dada nessa passagem é que isso permite que os vivos “apliquem isso ao coração”. A morte de Christopher Hitchens [1] deve, em primeiro lugar, nos lembrar da nosssa própria mortalidade. Nós devemos aplicar isso ao coração. Como Donne [2] tão memoravelmente disse: “pergunte, mas não a alguém por quem os sinos dobrem”. Todo funeral… Continue a ler »Reflexões sobre Christopher Hitchens

Uma Defesa da Apologética Reformada

Um diálogo – Sr. White, Sr. Black, Sr. Grey Temos, primeiro, o não-cristão, que cultua a criatura em vez do Criador. Vamos chamá-lo de Sr. Black. Poderá ser um tipo de pessoa bem “decente”. Em função da graça comum ele pode fazer muita coisa “boa”. Ainda assim, conquanto permaneça em seu estado de não-conversão, ele será tenebroso aos olhos de Deus. Entretanto, temos um representante daqueles que, pela graça de Deus, tornaram-se adoradores do Criador-Redentor.… Continue a ler »Uma Defesa da Apologética Reformada

O Método Apologético Tradicional

O método tradicional, prática de muitos cristãos ao longo dos séculos, foi construído por católicos romanos e por arminianistas. Foi, por assim dizer, derivado da teologia católica e arminianista. Como a teologia católica e a arminiana compromete as doutrinas cristãs da Escritura, assim o método apologético tradicional compromete o cristianismo a fim de conquistar os homens para a sua aceitação. O método apologético tradicional compromete a doutrina bíblica de Deus no sentido de não distinguir… Continue a ler »O Método Apologético Tradicional

Cinco Visões sobre Apologética

O livro Five Views on Apologetics [Cinco Visões sobre Apologética], editado por Steven B. Cowan, leva o leitor a comparar e contrastar formas diferentes de “fazer” apologética: [box_light]O objetivo da apologética é responder persuasivamente objeções honestas que mantém as pessoas longe da fé em Jesus Cristo. O livro Five Views on Apologetics examina o “como fazer” da apologética, colocando cinco visões importantes sob o microscópio: clássica, evidencial, pressuposicional, epistemologia reformada e caso cumulativo. Oferecendo um… Continue a ler »Cinco Visões sobre Apologética

Saul e a feiticeira de Endor

O único acontecimento nas Escrituras frequentemente apontado pelos espíritas em apoio de sua teoria, segundo a qual é possível que os vivos se comuniquem com os mortos, é a visita de Saul à feiticeira de Endor. Esse acontecimento é relatado em 1 Samuel 28.3-25. Cremos, porém, que um exame cuidadoso dessa passagem mostrará que, em vez de apoiar a pretensão dos espíritas, a refuta, na verdade, categoricamente. Recordemos a história. O velho profeta Samuel morrera,… Continue a ler »Saul e a feiticeira de Endor

O Racionalismo dos Irracionais

Eu não creio que haja paradoxos lógicos na Escritura. Contudo, não estou em guerra contra aqueles que creem diferente. Na verdade, entre os meus escritores prediletos há muitos (centenas, na verdade!) que afirmam abertamente existirem paradoxos lógicos na Escritura que a mente humana não pode resolver. Contudo, incomoda-me ver aqueles que defendem o paradoxo lógico xingar (sim, trata-se de um xingamento!) os que pensam diferente de racionalistas, mesmo quando esses são calvinistas, crendo na suficiência… Continue a ler »O Racionalismo dos Irracionais

A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações?

Qualquer cristão que admite algum grau de confiança no empirismo e na ciência para o conhecimento sobre a realidade faz isso por razões erradas. Para ilustrar, o filósofo cristão Ronald Nash escreve: [quote][…] muito do conteúdo da Bíblia depende da experiência e do testemunho humano. Se os sentidos forem completamente não-confiáveis, então não poderemos confiar nos relatos de testemunhas que dizem, por exemplo, que ouviram Jesus ensinar, ou que o viram morrer, ou que o… Continue a ler »A Bíblia sustenta a confiabilidade das sensações?

R. J. Rushdoony versus Racismo

Alguns defensores da heresia do kinismo alegam que Rousas J. Rushdoony está do lado deles. Sem dúvida, os kinistas são hipócritas ao fazer tal associação, pois Rushdoony era um imigrante armênio que contraiu um casamento inter-racial com uma americana.

E a rebimboca da parafuseta?

Suponha que eu deseje que você faça algum trabalho duro para mim. Você pergunta: “Qual é o pagamento?”. E eu respondo: “Verdadeiro pagamento consiste de amigos, felicidade e uma vida longa. Ademais, o trabalho envolve um monte de levantamento de peso, de forma que será um bom exercício e contribuirá para uma vida longa”. Você está convencido? Ou pensa que estou evitando sua pergunta? Minha resposta pode ter algum valor em outro contexto, mas não… Continue a ler »E a rebimboca da parafuseta?

Deus e o Mal, de Gordon Clark

Prefácio à edição brasileira Com frequência os cristãos insistem não possuir todas as respostas. Contudo, quando o dizem, eles quase sempre se referem a algo explicado com clareza na Bíblia. Mas se a Bíblia aborda um tópico, não temos o direito de falar como se ela não o fizesse. Embora seja verdade que ela não nos concede onisciência, a Bíblia contém mais respostas do que os cristãos costumam reconhecer. Um exemplo primário é o chamado… Continue a ler »Deus e o Mal, de Gordon Clark