Category

Casamento e Família

Casamento e Família

Sexo, Namoro e Relacionamentos

Ontem à noite, minha esposa e eu nos sentamos e fizemos uma contagem aproximada do número de casais que conhecemos e passaram pelo namoro e noivado. É um bom número de amigos, familiares e membros da nossa igreja. Então pensamos em quantos deles mantiveram limites físicos saudáveis e que glorificam a Deus e quantos deles confessaram que não o fizeram. De repente, o número estava longe de ser bom. Essa é uma daquelas áreas onde os cristãos contemporâneos frequentemente agem de forma pobre e é exatamente o motivo de estar surgindo muitos livros recentes sobre namoro, corte, pureza e tudo o mais. Os cristãos estão fracassando e buscando desesperadamente um caminho melhor. Já faz algum tempo que li um livro sobre namoro e relacionamentos, provavelmente por ter sido naquela época que o assunto me pareceu urgente. Mas recentemente um pastor local me falou que ao pastorear jovens adultos em busca de casamento, ele foi ajudado pelo livro Sex, Dating, and Relationships: A Fresh Approach , de Gerald Hiestand e Jay Thomas. Decidi verificar e alegro-me por isso. (Leia o restante do artigo em PDF)
22 de maio de 2013
Casamento e Família

Quão Longe é Muito Longe?

Num momento ou outro, todo mundo já fez ou precisou responder as seguintes perguntas: Quando se trata do componente físico de um relacionamento de namoro, quão longe é muito longe? Podemos dar as mãos? Podemos beijar? (mais…)
22 de maio de 2013
Casamento e Família

O Pai Trinitariano

Fui convidado pelo Pastor Mickey Schnider para me unir aos pastores Gregg Strawbridge e Rich Lusk na tarefa de proferir algumas palestras sobre o assunto Liderança na Igreja e Família, na 22ª Conferência do Progresso da Família em Sandestin, Flórida. O assunto surgiu quando eu estava meditando sobre esses temas, especificamente sobre o papel que os pais desempenham em equipar filhos (especialmente filhos homens) para manter uma visão robusta do evangelho após deixarem o lar. Com as estatísticas assustadoras afirmando o que todos sabemos — a saber, que jovens, homens e mulheres, estão abandonando a fé em grande escala após deixarem a casa dos pais — tornou-se claro para mim que eu deveria adicionar meus pensamentos e observações sobre esse fenômeno lamentável. Esta palestra não tenta lidar com algo extremamente novo, mas talvez eu tenha conseguido estabelecer — de uma forma sucinta — uma estrutura pela qual podemos começar a analisar e responder a essa cultura órfã. Paternidade não é uma tarefa fácil. É uma responsabilidade titânica, e os homens deveriam considerar essa responsabilidade à luz da sabedoria que a Bíblia nos dá. Ao longo das últimas décadas, a indústria de livros tem sido inundada com livros sobre a Trindade.…
16 de março de 2013
Casamento e Família

A mulher de Provérbios 31: uma mulher de carreira?

Recentemente, tenho ouvido várias referências a Provérbios 31 para apoiar “mulheres em busca de uma carreira” na política ou em qualquer outra área. Deixe-me dizer que eu nunca argumentei que uma mulher não pode ou não deve trabalhar (apesar de ser precisamente disso que evangélicos na blogsfera e na mídia têm me acusado). De fato, eu já escrevi sobre o assunto (veja: Família Guiada Pela Fé e o meu post anterior) e fui claro. Ironicamente, milha filha Jasmine trabalhar para mim! Ela é minha assistente para pesquisa e cuida da nossa loja online. Como, então, podem me acusar de argumentar que uma mulher não pode trabalhar? Enquanto eu nunca argumentaria que uma mulher não pode trabalhar, eu tenho defendido que de uma mulher é requerido que ela seja uma “dona de casa” (Tito 2:5; cf. 1 Timóteo 5:14), e que, como tal, ela deve priorizar o seu lar e qualquer “trabalho” que ela faz não deve interferir no seu chamado primário de esposa e mãe. Assim, a mulher do fazendeiro que ajuda na colheita, a mulher do padeiro que trabalha ao seu lado, ou a mulher do contador que trabalha como sua recepcionista nos negócios da família, estão todas em uma categoria diferente da…
20 de novembro de 2012
Casamento e Família

A Igreja Efeminada

Recentemente fui questionado se seria correto dizer que, na história do mundo, dinastias e civilizações inteiras de fato naufragaram na rocha da homossexualidade. Minha resposta foi que não deveríamos pôr as coisas desse modo. Claro, eu creio que a prática homossexual é imoral e proibida pela Lei de Deus. Todavia, em Romanos 1.21 – 32, Paulo põe dessa forma: deixaram de servir a Deus para servirem à criatura. Como uma consequência, Deus entregou-lhes às paixões impuras. Homossexualidade é julgamento de Deus sobre uma sociedade que abandonou a Deus e adora a criatura em vez do Criador. A apostasia espiritual é a rocha na qual as culturas, incluindo a nossa, foi fundada, e a homossexualidade é o julgamento de Deus sobre tal apostasia. Esta é a razão porque a homossexualidade era uma prática comum entre as antigas culturas pagãs; na verdade, é uma prática comum entre a maioria das culturas pagãs, incluindo a nossa crescente cultura neo-pagã. Em resumo, a ideia de que a tolerância da homossexualidade é um mal que conduzirá ao julgamento de Deus não é bíblica, pois coloca o carro na frente dos bois. É exatamente o contrário! A prevalência da homossexualidade em uma cultura é um sinal…
15 de outubro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

A Paidéia no Novo Testamento

Dentro da Antropologia bíblica, homem e mulher foram criados à imagem e semelhança de Deus (Gn 1.26-27). Os termos imagem e semelhança usados no texto de Gênesis, são entendidos como sinônimos, sendo empregados para se referirem, de forma enfática, ao ser humano como um todo, com todas as suas características essenciais; uma “verdadeira imagem”. Portanto, as duas palavras são simplesmente explicativas uma da outra; uma define a outra, denotando uma semelhança exata, correspondendo ao original divino. Assim sendo, o homem e mulher não foram feitos da mesma substância de Deus, apenas foram-lhe concedidos alguns de Seus atributos. A imagem e semelhança refletem em Adão, características próprias através das quais ele poderia relacionar-se consigo mesmo, com o mundo e com Deus. A imagem de Deus é uma precondição essencial para o seu relacionamento com Deus, e expressa, também, a sua natureza essencial: o homem é o que é por ser a imagem de Deus: não existiria humanidade senão pelo fato de ser a imagem de Deus; esta é a nossa existência autêntica e toda inclusiva. A imagem de Deus não é algo colado ou anexado a nós podendo ser tirado ou recolocado. Antes, é algo essencial ao nosso ser. Portanto, o homem não simplesmente possui a imagem de Deus, como algo externo ou acessório, antes, ele…
12 de setembro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Irremediavelmente Patriarcal

É assim que feministas frequentemente descrevem a Bíblia. E estão certas. É totalmente patriarcal, do princípio ao fim. Como o amor e o casamento, a Bíblia e o patriarcalismo andam juntos. Qualquer tentativa de abandonar o governo dos homens precisa começar com a renúncia do governo de Deus, isto é, a Santa Bíblia. As Escrituras são especialmente direcionadas aos homens. Todo cristão atencioso – homem, mulher e criança – sabe muito bem que ao se dirigir aos homens, Deus está se dirigindo a todos. Pois o homem é a cabeça nas diversas esferas pactuais e ao se dirigir aos homens, Deus deixa claro o que ele pensa sobre “linguagem inclusiva”. Por exemplo, nos Dez Mandamentos, Deus ordena: “Não cobiçarás a mulher do teu próximo”. Ele não precisa repetir este mandamento de forma adaptada para as mulheres. Não que as mulheres sejam imunes da possibilidade de cair nesta tentação, mas porque, tendo falado com o homem, o mandamento se aplica a todos conforme sua posição. Segundo Deuteronômio 16.16, os homens tinham a obrigação de comparecer três vezes por ano diante do Senhor (apesar das mulheres terem permissão de ir e frequentemente iam: 1Sm 1; Lc 2.39). Em Deuteronômio 29, o pacto…
31 de agosto de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

1 Coríntios 7 e Divórcio

Douglas Wilson, numa postagem recente intitulada “Paulo sobre divórcio e novo casamento”, diz que 1 Coríntios 7.8 permite que um homem divorciado se case novamente. Não penso que seja isso que Paulo esteja dizendo. 1 Coríntios 7.27-28 diz: “Estás casado? Não procures separar-te. Estás livre de mulher? Não procures casamento. Mas, se te casares, com isto não pecas; e também, se a virgem se casar, por isso não peca”. A questão é se “livre de mulher” no versículo 27 significa divorciado, ou se significa ainda não casado. Se significa “divorciado de uma mulher”, então ele está dizendo: “se tal pessoa divorciada se casar de novo, com isto não pecas”. O melhor argumento em favor da leitura do versículo 27 dessa forma é que por detrás do português “livre de mulher” está o grego lelusai, que é a voz passiva de luō (“eu desligo”), de forma que lelusai significa algo como “desligado de uma mulher”, isto é, “divorciado”. Penso ser improvável que Paulo esteja dizendo aos divorciados que eles tenham permissão para casar de novo. Antes, ele está provavelmente dizendo que virgens desposadas — homens e mulheres — deveriam considerar seriamente a vida de solteiro, mas saber que não pecavam caso…
15 de agosto de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Maternidade é Vitória

As mulheres judias esperavam por um messias. Elas ansiavam ser a mãe do Salvador. Elas tinham filhos na esperança de um messias. Elas criavam, alimentavam, ensinavam e abrigavam os seus filhos em antecipação. Antecipação de salvação. Esperança de uma vitória. Fé nas promessas de Deus. E — tantos anos depois — aqui estamos nós, fazendo muitas daquelas mesmas pequenas tarefas. Corpos doloridos carregando novas vidas. Bebês de peito nos despertando ao longo das noites. Pequenas crianças com pequenas necessidades. Bocas para alimentar, mais e mais. Pisos para limpar, roupas para estender, necessidades físicas para atender. Vitória Mas estamos num momento diferente nesta história. Agora, já não somos mães em esperança. Já somos mães em vitória. Não criamos filhos para limpar um campo para plantio; criamos nossos filhos para trabalhar na colheita! Pode ser extremamente fácil cair nos detalhes da maternidade: os detalhes das tampas perdidas de copos com canudinho; das tintas de aquarela; o trabalho exigente de manter a geladeira cheia e a lavanderia vazia; a preocupação com as notas no ensino médio e com os estudos universitários; o trabalho de colocar e tirar as crianças dos nossos carros. É fácil gastarmos o dia inteiro nos detalhes e nos esquecermos…
12 de maio de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Reformando Nossas Famílias

“Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos;” Dt 7:9 O Segundo Mandamento apresenta uma ameaça severa e uma promessa excepcional. “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu, o Senhor, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem, e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.” Dt 5:8-10 Uma Responsabilidade Solene Os pais tem uma grande responsabilidade. Devemos educar nossos filhos “na disciplina e na admoestação do Senhor”, Ef 6:4. Devemos “ensinar a criança no caminho em que deve andar...” Pv 22:6. Devemos cuidar bem de nossa família e perceber que as crianças aprendem a obedecer através do respeito. 1 Tm 3:4. Eis o que devemos fazer: "Contaremos à vindoura geração os louvores do Senhor, e o seu poder, e as maravilhas que fez. Ele estabeleceu…
26 de fevereiro de 2012