Category

Casamento e Família

Casamento e FamíliaVida Cristã

Não Destruirás a Família

Nosso Deus é um Deus da família. No coração dos planos de Deus para o homem está a família. É a mais antiga e básica instituição criada por Deus entre os homens. Nesta manhã, nós abordaremos um texto contendo duas leis relacionadas à família. Segundo o esboço de Deuteronômio que já observamos em nossas séries, esta passagem está localizada na seção que explica o Sexto Mandamento , “Não Matarás”. Já estudamos nesta seção a extensão de Moisés para o Sexto Mandamento quanto à pena capital e às leis de guerra. Essas, obviamente, encaixam-se no padrão. Contudo, à luz deste esboço, a passagem diante de nós pareceria, à primeira vista, estar no lugar errado. Essas leis seriam mais relevantes se estivessem na seção anterior lidando com o Quinto Mandamento, “Honra teu pai e tua mãe”. Afinal, esta parte se ocupa dos problemas concernentes às relações familiares. Mas como sói acontecer, as leis de Deus se sobrepõem e entrelaçam-se umas nas outras como uma vestimenta sem costura. As duas leis sobre que refletiremos nesta mensagem relacionam-se, claro, com o Quinto Mandamento. Mas na forma com que aparecem no nosso texto, elas consideram a família em termos de proteção e sucessão. Estas, portanto,…
25 de fevereiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Corações Sábios

Chutando a lata da raiva um pouco mais distante, pensei em escrever algo sobre de onde ela vem no primeiro lugar. Duvido que alguém entre nós se levante de manhã esperando ficar com raiva de alguém, especialmente alguém próximo e querido por nós. A Bíblia é muito clara sobre de onde nossas palavras vem: elas vem direto de nossos corações. Logo, se algo torpe sai de nossa boca, então nosso coração tem alguma sordidez nele. De maneira alguma podemos esquivar-nos disso. Em Mateus 12:34, Jesus diz, “Raça de víboras, como podeis falar cousas boas, sendo maus? Porque a boca fala do que está cheio o coração”. Novamente em Lucas 6:45 “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração”. Agora, como pode uma doce mulher cristã enraivecer-se e dizer palavras “maldosas” a suas crianças? Isso significa que ela tem maldade no seu coração? Infelizmente é isso o que significa. Nós todas temos o pecado em nossos corações. Ninguém é bom. Portanto, todas nós precisamos da graça do evangelho diariamente. Aqui estão algumas sugestões. Pense sobre elas quando você estiver…
21 de fevereiro de 2012
Casamento e FamíliaTeologia

Esperança para os Homossexuais

Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus. Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus. (1 Coríntios 6.9–11) Tais fostes alguns de vós. A igreja de Corinto, como as igrejas de hoje, tinha ex-fornicadores, ex-adúlteros, ex-ladrões, e assim por diante. Embora muitos cristãos nunca foram culpados dos pecados particulares listados, todo cristão era impuro antes de ter sido salvo. Todo cristão é um ex-pecador. Cristo veio para o propósito de salvar pecadores (Mt 9.13). Essa é a grande verdade do cristianismo: nenhuma pessoa pecou de maneira tão profunda ou prolongada que não possa ser salva. “Onde abundou o pecado, superabundou a graça” (Rm 5.20). Mas alguns tinham deixado de ser assim por um tempo, e estavam voltando ao seu antigo comportamento. Paulo usa mas (alla, a mais forte partícula adversativa grega) três vezes para indicar o contraste da vida cristã com a vida mundana que ele tinha…
24 de janeiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

O Papel do Homem/Marido na Família da Aliança

Este capítulo reafirma tudo o que foi dito nos primeiros cinco capítulos e acrescenta novos esclarecimentos sobre as bases já estabelecidas. Chamamos particular atenção para o fato de que nós temos enfatizado que o casamento é uma aliança, que reflete, espelha, representa e dá expressão terrena à Aliança que Deus tem com o seu povo redimido. Neste capítulo queremos enfatizar o papel que o homem deve fielmente assumir e desenvolver no relacionamento do casamento. Esse relacionamento diz respeito particularmente à esposa bem como aos filhos. Antes de prosseguirmos com a discussão do papel do homem/marido no casamento da Aliança, devemos incluir uma experiência necessária, humilhante e de aprendizado que eu tive com um psicólogo cristão. Nós estávamos trabalhando em uma grande igreja no estado de Michigan. Aproximadamente 225 crianças e jovens participavam da classe de instrução bíblica. Eu ensinava a todos eles. Eu também dirigia o estudo bíblico dos homens todas as semanas, realizava muitos trabalhos pastorais, dirigia os programas de evangelização, participava de um projeto de tradução da Bíblia e ainda pregava duas vezes a cada domingo. Eu era muito ocupado. Eu e minha esposa Harriet tínhamos cinco filhos e estávamos esperando o sexto para a metade do mês…
20 de janeiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Amor Inquebrantável: Diretriz Divina para os Maridos

Para um marido amar a esposa como Cristo ama sua Igreja, deve amá-la com um amor inesgotável. Nesta conotação de Gênesis 2.24, Paulo enfatiza a constância, bem como a unidade do casamento: “Eis por que deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne” (Ef 5.31). O padrão de Deus para o casamento não mudou. Um dos grandes obstáculos para um casamento bem sucedido é o fracasso de um ou dos dois cônjuges de “deixar pai e mãe”. Com o casamento, inicia-se uma nova família e embora o relacionamento dos cônjuges com os pais permaneça, ele é modificado quanto à autoridade e às responsabilidades. Você precisa amar e cuidar de seus pais, mas não pode permitir que controlem sua vida depois que se casa. Como recém-casados, marido e esposa devem deixar os pais e se “unir” — estar cimentados — um aos outros. Você quebra uma série de laços e cria outro conjunto. Não esqueça que o segundo conjunto é mais forte e mais permanente do que o primeiro. Outro obstáculo, ainda mais devastador, é o divórcio: “O SENHOR, Deus de Israel, diz que odeia…
17 de janeiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Os Deveres do Esposo (Parte 2)

Exposição sobre Efésios 5.25-33 A que isto leva na prática? Chego aqui a um ensino muito detalhado do qual todos têm necessidade, os cristãos e os demais. Todos falhamos, Deus o sabe; todos pecamos deixando de entender este ensino e de aplicá-lo pormenorizadamente. O princípio é que a esposa é, por assim dizer, o corpo do homem. Assim, o que o seu corpo é para a sua personalidade, a sua esposa deveria ser para ele. Disso provém o ensino detalhado do apóstolo. Como o homem deve tratar sua esposa? Permitam-me dar primeiro alguns itens negativos. Ele não deve abusar dela. É possível a um homem abusar do seu corpo, e muitos o fazem – comendo demais, bebendo demais, e de várias outras maneiras. Isso é abusar do corpo, maltratá-lo, ser maldoso para com ele. Ora, diz o apóstolo, o homem que faz isso é insensato, porque, se maltrata o seu corpo e abusa dele, quem vai sofrer é ele. Você não pode desligar-se do seu corpo; e se pensa que pode, e abusa do seu corpo, você é quem irá sofrer. Sua mente sofrerá, seu coração sofrerá, todo o seu viver sofrerá. Talvez você diga: “Não me importo com meu…
13 de janeiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Os Deveres do Esposo (Parte 1)

Exposição sobre Efésios 5.25-33 Nas considerações feitas sobre esta exposição, vimos que há dois temas principais. Um é o tema sobre o relacionamento entre o Senhor Jesus Cristo e a Igreja, e o outro é sobre o relacionamento entre o marido e a esposa. O ensino do apóstolo é que só poderemos compreender verdadeiramente a relação de marido e mulher quando compreendermos a grandiosa doutrina de Cristo e a Igreja. Por isso estivemos considerando primeiro a doutrina de Cristo e a Igreja, e, tendo feito isso, agora estamos em condições de começar a aplicação disso, particularmente ao marido, embora, como veem, o apóstolo tenha o cuidado de, no fim (versículo 33), considerá-la também segundo o aspecto e o ponto de vista da esposa. A aplicação da doutrina é introduzida pelas expressões “assim” e “como”. “Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também” – e depois, no fim, “Assim também vós, cada um em particular, ame a sua própria mulher como a si mesmo”. Noutras palavras, ele está desenvolvendo a comparação que nos desvendara, da relação de Cristo com a Igreja em termos da relação do marido com a esposa. Como chegamos, pois, à aplicação, parece-me que a melhor maneira de tratá-la…
12 de janeiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Teologia e Pedagogia

Para uma filosofia da educação cristã, é básico que o ensino esteja baseado em uma sã teologia e doutrina bíblica do homem. Sendo Cristo o Senhor, o homem não pode sê-lo. A soberania de Deus exclui a soberania do homem. A soberania de Deus significa que nossos critérios educacionais devem derivar da Escritura, não do homem.
4 de janeiro de 2012
Casamento e FamíliaVida Cristã

Provendo a uma Família Grande

As Escrituras exaltam repetidamente a bênção em ter filhos e a importância deles para a família e o Reino de Deus. Salmos 127 e 128 declaram que Deus se deleita em abençoar o homem justo dando-lhe uma mulher frutífera e filhos. Sob a ótica deste ensino bíblico, e em conformidade ao próprio amor deles às crianças, muitos cristãos têm sido contemplados com uma família grande. Um obstáculo na busca dessa bênção são as finanças. Muitos assumem que são incapazes de cobrir os custos, e abandonam a visão. Outros nem mesmo consideraram seriamente ter muitos filhos. Devemos lembrar que o Deus que declara que filhos são sua recompensa, e convoca marido e mulher para " férteis", é o mesmo Deus que declara que irá suprir todas as necessidade de Seus filhos que creem em Sua Palavra e guardam seus mandamentos (Fp. 4.19). Escassez sempre foi um problema em um mundo de recursos limitados, e as circunstâncias não eram essencialmente diferentes nos dias em que o salmista exaltou a bênção de ter muitos filhos. A mesma dificuldade que foi enfrentada por homens na era do Antigo Testamento em prover as necessidades materiais adequadas para uma grande família é enfrentada hoje. Recursos Financeiros…
2 de janeiro de 2012
Casamento e Família

21 Perguntas para um Possível Pretendente

Um pai em minha congregação me perguntou que tipo de perguntas um pai deve fazer a um jovem que deseje cortejar sua filha. Uma coisa é afirmar que os pais devem ser ativos na proteção de suas filhas, mas outra bem diferente é descobrir que tipo de questões específicas é adequado se fazer. Na posição de pai de duas jovens, agora casadas com segurança, e como um pastor que frequentemente dá conselhos aos jovens antes mesmo que anunciem seus interesses e intenções, compilei esta lista que, embora não seja definitiva, deve servir como uma lista de ideias para se começar: 1. Fale-me sobre sua formação espiritual. Como você foi educado na igreja? Em que ponto sua experiência espiritual se tornou real para você? Alguma vez você teve um período de rebelião espiritual? 2. Qual foi a última vez em que você leu a Bíblia inteira ou pelo menos o Novo Testamento? 3. Você frequenta os cultos todos os domingos? 4. Descreva o casamento dos seus pais para mim. Quais as lições de valor que você aprendeu dos seus pais? O que você aprendeu desses problemas? O que você aprendeu a não fazer? O que você fazia para ajudar e encorajar…
26 de dezembro de 2011