Category

Casamento e Família

Casamento e FamíliaVida Cristã

A Feminização da Família

O feminismo é um movimento radical. Como tal, ele atinge até as raízes do relacionamento entre homem e mulher, e busca alterar a estrutura social e institucional, que é percebida como conflitante com as ideais e objetivos do feminismo. Janet Richards declara que “O feminismo é em sua natureza radical… nós protestamos primeiramente contra as instituições sociais… se considerarmos o passado não há dúvida de que toda a estrutura social foi planejada para manter a mulher inteiramente sob a dominação do homem.” Sendo uma ideologia radical, o objetivo do feminismo é a revolução. Gloria Steinem fala pelas feministas quando diz: “Pregamos uma revolução, não apenas uma reforma. É uma mudança mais profunda que qualquer outra.” Feministas querem criar uma “nova sociedade” onde as condições restritivas sociais do passado sejam para sempre removidas. Quão bem sucedidas feministas foram em promover sua agenda de revolução social? Davidson diz: “Hoje, o feminismo é a ideologia de gênero da nossa sociedade. Desde as universidades até as escolas públicas, da mídia até as Forças Armadas, o feminismo decide as questões, determina os termos do debate, e intimida oponentes em potencial ao ponto do silêncio absoluto.” A instituição social que o feminismo tem mirado como uma…
26 de dezembro de 2011
Casamento e FamíliaVida Cristã

Uma Mulher Respeitável

Respeitar o marido é um dos claros mandamentos de Deus para as esposas. Uma das coisas mais difíceis para elas perceberem é que esse mandamento não depende dos maridos. Não é um mandamento para que os maridos sejam respeitáveis (embora devessem ser). É um mandamento das esposas e para as esposas. E o respeito realmente tem a ver com as esposas, não com os maridos. O que eu quero dizer com isso? A esposa precisa ver que é ela quem tem de fazer alguma coisa. Respeito é uma atitude que a esposa deve exteriorizar. Aqui estão algumas coisas que caracterizam a mulher respeitosa: 1. Não pensa mal do seu marido, mas se fixa em seus pontos fortes e atitudes piedosas. 2. Demonstra gratidão a ele por seu trabalho, provisão e habilidades. 3. Mostra-se preocupada com as necessidades e desejos de seu marido. 4. Fala amavelmente com ele. 5. Atende a seus pedidos, submetendo-se a ele nas pequenas e grandes coisas. 6. Fala bem dele aos outros. 7. É confiável. 8. Em busca de conselho, ela primeiro vai a ele. 9. Ora por ele. 10. Ela o perdoa. Mas algumas mulheres dirão: “Eu me recuso a fazer isso. Meu marido não…
14 de abril de 2011
Casamento e Família

Ajudando seus filhos a vencerem a ira

Uma das reações mais comuns neste mundo caído é a ira; quer a chamemos de “frustração”, “impaciência” ou “estar estressado”, a emoção é a mesma e raramente é admirável. A Bíblia oferece conselhos oportunos para vencer esse pecado constante, a fim de que vivamos uma vida de alegria, paz e contentamento.
8 de abril de 2011
Casamento e FamíliaVida Cristã

Amantes e seu Deus Amoroso

Foto extraída do album de família: Mark e Grace em 1989, no seu primeiro Dia dos Namorados.   Embora seja necessário o esforço de um único cônjuge para que o casamento seja amigável, requer-se a participação de ambos para que eles sejam amigos. Quando os dois cônjuges são hostis, o casamento é marcado por conflito e frieza. Quando um cônjuge é amigável e o outro hostil, o casamento é marcado por egoísmo e tristeza. Mas quando os dois cônjuges fazem um pacto profundo e real com Deus de continuamente buscarem se tornar melhores amigos, o casamento é marcado por um amor e desejo cada vez maior. Guarde o seu Coração Tristemente, é comum ouvir pessoas casadas falar que estão “perdendo a paixão” por seu cônjuge e que estão “caindo de paixão” por outra pessoa, em adultério. Ao usar a linguagem de “caindo”, tais pessoas estão astutamente evitando qualquer responsabilidade, como se fossem simplesmente obrigadas a seguir o seu coração. Contudo, a Bíblia não manda que sigamos o nosso coração, mas sim que o “guardemos”, pois ele é propenso ao pecado e ao egoísmo (Pv 4.23; Jr 17.9). De acordo com a Bíblia, o amor não procede do nosso coração, mas…
15 de março de 2011
Casamento e FamíliaVida Cristã

O Cristão e o Casamento Civil

(O que segue foi adaptado de uma correspondência por e-mail) É válido casar simplesmente no civil? Ou é necessário casamento religioso para confirmar o civil? Casamento é uma ordenança da criação, não uma ordenança de culto (a palavra refere-se a uma forma de adoração, não sendo necessariamente negativa). Ele difere fundamentalmente de algo como o batismo e a comunhão. Ora, batismo e comunhão precisam estar associados ao culto apropriado. Por essa razão, o batismo e a comunhão católica não contam. Se bem me recordo, Calvino apontou que uma pessoa que foi batizada no catolicismo-romano não precisaria ser batizada novamente. Eu discordo disso. Essa pessoa jamais foi batizada. Um mórmon ou budista pode lançar um balde de água sobre mim, mas isso não corresponderá a um batismo cristão. Eu nego que católicos sejam cristãos; portanto, nego que o batismo católico seja batismo cristão. Assim, me oponho neste ponto a muitos reformados e demais cristãos. Também, os reformados até mesmo registraram em algumas de suas confissões que somente pessoas devidamente ordenadas poderiam batizar ou servir a santa ceia. Trata-se de uma grande bobagem. Não existe base bíblica para isso. Antes, a Bíblia diz que todos os cristãos são sacerdotes em Cristo; já…
29 de abril de 2010
Casamento e FamíliaVida Cristã

Os Benefícios de Ter Filhos

Escrever sobre “Os Benefícios de Ter Filhos” é como escrever sobre os benefícios de adquirir as minas do Rei Salomão ou herdar a riqueza de Bill Gates. O assunto deveria ser óbvio. Que esse freqüentemente não é o caso mostra não somente um discernimento medíocre, mas uma visão não-pactual da família, onde Deus pactua para abençoar a nós e aos nossos filhos (Sl. 102:28; Gn. 18:19). A Bíblia apresenta os filhos dos crentes de forma positiva, especialmente no ministério do Senhor Jesus Cristo. Eles recebem proeminência como sendo o capital espiritual e econômico do povo de Deus. Há muitas metáforas impressionantes que anunciam essa verdade.
24 de maio de 2008