Pular para o conteúdo

Tolle, Lege Podcast – A Religião e o Desenvolvimento da Ciência Moderna de Reijer Hooykaas

Sinopse da obra: Em «A religião e o desenvolvimento da ciência moderna», R. Hooykaas, professor da Universidade de Utrecht, investiga até que ponto as concepções gregas e bíblicas influenciaram na criação de uma nova atitude em relação à natureza, que preparou o caminho para o surgimento da ciência como a conhecemos hoje. A partir da comparação entre as concepções gregas e cristãs de Deus e da natureza, Hooykaas empreende um abrangente estudo das concepções de… Continue a ler »Tolle, Lege Podcast – A Religião e o Desenvolvimento da Ciência Moderna de Reijer Hooykaas

A Linguagem do Antigo Testamento

Em sua maior parte, o Antigo Testamento, foi escrito em hebraico. Porém, existem alguns poucos trechos em aramaico (Gênesis 31:47, Esdras 4:8 a 6:18, Jeremias 10:11; 7:12-26 e Daniel 2:4 a 7:28). O hebraico e o aramaico pertencem a uma família de línguas, que desde o fim do século XVII, convencionou-se designar de semita. Um nome que é derivado da passagem de Gênesis 10:22, onde foi registrado os nomes dos descendentes de Sem, filho de… Continue a ler »A Linguagem do Antigo Testamento

Grego I

Durante o período clássico a língua grega era dividida em dialetos, sendo os principais o Dórico, o Aeólico e o Iônico. No quinto século a.C., uma divisão do Iônico, o Ático, Alcançou supremacia sobre os outros. O Ático era a língua de Atenas durante o seu período de glória; era a língua de Platão, Demóstenes e outros grandes escritores.

A Imagem de Deus no Homem segundo Calvino

No quinto século antes de Cristo, o filósofo sofista grego Protágoras (c. 480-410 a.C.), disse: “O homem é a medida de todas as coisas, das que são enquanto são, e das que não são enquanto não são”. A Renascença se caracteriza pela tentativa de vivenciar este conceito. Neste período houve uma “virada antropológica”. Deus cedeu lugar ao homem, deixando de ser o centro das atenções; o “homem virtuoso” passou a ocupar o trono da história.… Continue a ler »A Imagem de Deus no Homem segundo Calvino

A Imagem e Semelhança de Deus

Para descrever a natureza da imagem alguém pode imediatamente afirmar o princípio de que qualquer interpretação que identifique a imagem com algumas características não encontradas em Deus deve ser incorreta. Por exemplo, a imagem não pode ser o corpo do homem. Se alguém diz que a posição ereta do corpo humano, em contraste com os animais quadrúpedes e os répteis, é a imagem, a resposta não é meramente que os pássaros têm duas pernas, mas antes que Gênesis não faz nenhuma… Continue a ler »A Imagem e Semelhança de Deus

A Imagem de Deus no Homem segundo Calvino

No quinto século antes de Cristo, o filósofo sofista grego Protágoras (c. 480-410 a.C.), disse: “O homem é a medida de todas as coisas, das que são enquanto são, e das que não são enquanto não são”. A Renascença se caracteriza pela tentativa de vivenciar este conceito. Neste período houve uma “virada antropológica”. Deus cedeu lugar ao homem, deixando de ser o centro das atenções; o “homem virtuoso” passou a ocupar o trono da história. “O homem pelo homem para… Continue a ler »A Imagem de Deus no Homem segundo Calvino

O Homem

Visto que Cristo precede o homem em preeminência, pode parecer que a doutrina de Cristo merece atenção anterior à doutrina do homem. Mas visto que a obra redentora de Cristo permeia o estudo de Cristo, e visto que foi por seres humanos — isto é, os pecadores eleitos — que Cristo fez expiação, é, portanto, razoável estudar primeiramente a doutrina do homem. Em adição, visto que Cristo tomou sobre si os atributos humanos na encarnação, ter um entendimento prévio da antropologia bíblica… Continue a ler »O Homem

Seis Componentes do Arrependimento

O arrependimento é uma graça do Espírito de Deus por meio da qual um pecador é humilhado em seu íntimo e transformado em seu exterior. A fim de proporcionar melhor entendimento, saiba que o arrependimento é um remédio espiritual formado de seis componentes especiais… Se um for deixado fora, o arrependimento perde o seu poder. Componente 1: Percepção do pecado. A primeira parte do remédio de Cristo são olhos abertos (At 26.18). Este é um… Continue a ler »Seis Componentes do Arrependimento

O Motivo Mais Importante para o Arrependimento

[quote]“Olharão para aquele a quem traspassaram.” (Zacarias 12.10)[/quote] O quebrantamento santo que faz um homem lamentar o seu pecado surge de uma operação divina. O homem caído não pode renovar seu próprio coração. O diamante pode mudar seu próprio estado para tornar-se maleável, ou o granito amolecer a si mesmo, transformando-se em argila? Somente aquele que estendeu os céus e lançou os fundamentos da terra pode formar e reformar o espírito do homem. O poder… Continue a ler »O Motivo Mais Importante para o Arrependimento

As Doutrinas da Graça e a Paixão pelas Almas dos Homens

[quote]Porque eu mesmo desejaria ser anátema, separado de Cristo, por amor de meus irmãos. (Romanos 9.3)[/quote] A preocupação com a salvação dos outros não é anulada pela crença naquilo que chamamos “As Doutrinas da Graça”. Tal preocupação não diminui por crermos na soberania divina, na predestinação e na eleição. Muitas pessoas demonstram intensa antipatia às idéias expressas nestes últimos vocábulos. Recusam-se a aceitá-las, porque, em suas mentes, tais idéias estão associadas ao conceito de indiferença… Continue a ler »As Doutrinas da Graça e a Paixão pelas Almas dos Homens

Fé e Batismo

Desejamos lidar agora com o importante argumento Batista de que a fé deve necessariamente preceder o batismo. Assim, os Batistas falam do batismo como “batismo de crentes”.