Vida Cristã

21 de fevereiro de 2012
 

Corações Sábios

Mais artigos de »
Escrito por: Nancy Wilson
coracoes-sabios-cheung

Chutando a lata da raiva um pouco mais distante, pensei em escrever algo sobre de onde ela vem no primeiro lugar. Duvido que alguém entre nós se levante de manhã esperando ficar com raiva de alguém, especialmente alguém próximo e querido por nós.

A Bíblia é muito clara sobre de onde nossas palavras vem: elas vem direto de nossos corações. Logo, se algo torpe sai de nossa boca, então nosso coração tem alguma sordidez nele. De maneira alguma podemos esquivar-nos disso. Em Mateus 12:34, Jesus diz, “Raça de víboras, como podeis falar cousas boas, sendo maus? Porque a boca fala do que está cheio o coração”. Novamente em Lucas 6:45 “O homem bom do bom tesouro do coração tira o bem, e o mau do mau tesouro tira o mal; porque a boca fala do que está cheio o coração”.

Agora, como pode uma doce mulher cristã enraivecer-se e dizer palavras “maldosas” a suas crianças? Isso significa que ela tem maldade no seu coração? Infelizmente é isso o que significa. Nós todas temos o pecado em nossos corações. Ninguém é bom. Portanto, todas nós precisamos da graça do evangelho diariamente.

Aqui estão algumas sugestões. Pense sobre elas quando você estiver mais tentada a se irar. É quando as crianças se levantam pela manhã? Então ore antes de ir para a cama para que você esteja cheia de bondade e luz à mesa do café-da-manhã. É durante a hora do descanso? Então ore antes para que você não esteja estressada durante o momento do descanso. Espere ser testada e esteja preparada. Quando você põe as crianças para cochilar, ore, rogando a Deus por ajuda para ser obediente a Ele, corrigindo alegremente as crianças caso precisem. É completamente possível corrigi-las com uma boca cheia de benevolência. Por isso, estou recomendando o que chamo de oração preventiva.

Mas e quanto aos momentos em que você é pega de surpresa? Você estava indo alegremente e pá! Você foi atingida pelo inesperado e reagiu mal. Se isso ocorrer regularmente, então peça a Deus para abrir seus olhos para que não tenha surpresas. Ore por um sinal para vê-las vindo. Então espere um teste e fique pronta para ele.

Se você tem uma raiva progressiva contra uma pessoa em particular, então é provável que haja uma amargura e um ressentimento inconfessados contra ela, seja pequeno ou grande, novo ou velho. Nós ficamos ressentidos pelos motivos mais bobos. Lide com a mágoa alojada no seu coração. Ela está envenenando tudo! Ela alimenta a raiva e precisa dela.

Não leve suas crianças ao mau-comportamento pessoalmente. Não entre em um relacionamento adversário com suas crianças. Você é a mãe; você tem autoridade sobre eles. Não deixe seus sentimentos ferirem suas crianças quando elas não lhe ouvirem ou a desobedecerem. Elas são crianças! É isso o que crianças fazem!

Se quisermos línguas sábias, precisamos de corações sábios. Abaixo estão algumas formas para se chegar lá.

1. Não seja sábia aos seus próprios olhos (Pv. 3:7). Você pode estar errada, incorreta, equivocada.

2. Considere a Palavra de Deus. Quando você a ouvir e ler, pratique-a. Aplique a Palavra à sua vida (Pv. 16:20).

3. Seja receptiva ao ensino (Pv. 10:8). Não assuma que você não tem mais nada para aprender.

4. Receba correção (Pv. 10:17). Mesmo quando você não gosta da forma com que a correção venha.

5. Busque o conhecimento e guarde-o (Pv. 15:14 e 10:14).

6. Deixe o seu coração ser ensinado primeiro, e então ensine sua boca (Pv. 16:23).

7. Não finja o amor (Pv. 10:18). Peça a Deus pelo amor sobrenatural; não confie na sua própria provisão de amor humano, falível.

8. Não fale muito. Pese suas palavras! (Pv. 10:19)

9. Alimente as pessoas (edifique-as) com sua boca, e você alimentará a si mesma. (Pv. 13:2)

10. Guarde sua boca (Pv. 13:3). Ore como o salmista “Põe guarda, Senhor, à minha boca; vigia a porta dos meus lábios.” (Sl 141:3)

 

Fonte: Femina Girls
Tradução: Sara de Cerqueira



Sobre o Autor

Nancy Wilson
Nancy Wilson
Nancy Wilson é esposa do pastor Douglas Wilson. Ela é autora de diversos livros sobre maternidade. Nancy e Douglas tem três filhos casados ​​e quinze netos.



 
 

 
marca_dagua_banners2

Política e púlpito: o que Deus requer?

Lançamento da Editora Monergismo.
por Felipe Sabino
 

 
 
marca_dagua_banners

Psychopannychia

Uma refutação do erro nutrido por algumas pessoas sem habilidade, que de forma ignorante imaginam que no intervalo entre a morte e o julgamento a alma dorme.
por João Calvino
 

 
 
marca_dagua_banners_a

O evangelho do Reino

Refutação do dispensacionalismo.
por Felipe Sabino
 

 

 
marca_dagua_banners_ch

Dispensacionalismo: uma crítica abreviada

O artigo “Dispensacionalismo: uma crítica abreviada” é uma versão abreviada do livro Dispensationalism Today, Yesterday, And Tomorrow de Grover Gunn e Curtis Crenshaw.
por Grover Gunn
 

 
 
marca_dagua_banners_la

A palavra não escrita

A poesia de Jorge F. Isah nasce carregada de enlevo hermético.
por Jorge Fernandes sah